Detran já emplacou mais de 34 mil veículos com a placa Mercosul

    O Departamento de Trânsito do Pará (Detran) emplacou, até a manhã desta quarta-feira (27), 34.611 veículos no modelo Mercosul. Vigente desde 31 de janeiro deste ano no Estado, o novo modelo segue a Resolução nº 780, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). O objetivo é padronizar e facilitar a fiscalização no Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai e Venezuela.

    Os veículos que adotam o modelo Mercosul são identificados por Placas de Identificação Veicular, dotadas de código de barras bidimensionais dinâmicos (Quick Response Code – QR Code) com números de série e acesso às informações do banco de dados do fabricante. A estampagem é feita pelas 27 empresas empresas credenciadas pelo Detran em onze municípios do Estado.

    O diretor de Habilitação de Condutores e Registros de Veículos, Joércio Barbalho, diz que a principal vantagem da mudança para o padrão Mercosul é a segurança. “Hoje é possível saber quando e onde a placa foi feita. Conseguimos verificar a emissão da nota fiscal da placa, com tributos e impostos, e a fotografia do veículo emplacado. Tudo isso fica registrado no sistema do estampador”, explica.

    A obrigatoriedade de adoção da nova placa inclui os casos de primeiro emplacamento, mudança de categoria ou de unidade federativa, instalação de segunda placa traseira e roubo, furto, extravio e dano. Com a volta às atividades do Detran, prevista para o dia 8 de junho, após o período de paralisação em decorrência da pandemia, haverá mudanças no serviço.

    “No caso de primeiro emplacamento, o condutor que apresentar todos os documentos e o termo de responsabilidade faz o processo normal no atendimento do Detran”, explica o coordenador do Registro de Veículos, Enrique Barbosa. Nos demais casos de solicitação da placa Mercosul, em que a vistoria é necessária, o proprietário deve agendar o serviço pelo telefone 154 ou no site do Detran. (Colaborou Esther Pinheiro)

    COMPARTILHAR