Pará atinge 3ª colocação no isolamento social, nesta quinta-feira (21)

     

    Foto: Marcelo Seabra / Ag.Para


    O Pará ficou na 3ª colocação no ranking nacional de isolamento social nesta quinta-feira (21), alcançando o índice de 48,6%, ficando atrás de Amapá (55,10%) e  Acre (48,79%), estados que também estão cumprindo lockdown. A quinta-feira também foi o quarto dia de pagamento da segunda etapa do auxílio emergencial do Governo Federal, o que tem levado um número maior de pessoas às ruas.

    Todas as unidades da federação continuam não atingindo a taxa recomendada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), que indica o mínimo de 70%, para que possa diminuir o número de infectados pelo novo coronavírus. Os dados foram divulgados pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), por meio da Secretaria Adjunta de Inteligência e Análise Criminal (Siac).

    O Secretário de Segurança Pública Ualame Machado destaca que o Estado, assim como as demais unidades da federação, precisa melhorar os índices para combater a pandemia e evitar que mais pessoas possam adoecer. “Nós estamos tendo uma semana em que a nossa colocação tem oscilado, isso se dá por conta do auxílio emergencial, devido a muitas pessoas precisarem se deslocar a bancos e lotéricas, desde o início da semana. Por isso, nós reforçamos ainda mais as fiscalizações, orientamos para que as pessoas mantenham o distanciamento e usem máscaras e, quem puder, fique em casa”, enfatiza.

    Penalidades – De 00h01 às 23h59 da quinta-feira (21), 463 multas foram aplicadas por desobediência ao lockdown, sendo 449 para pessoas físicas e 14 para pessoas jurídicas. Belém registrou o maior número de ocorrências, totalizando 196 multas.

    Na Região Metropolitana, incluindo os distritos, os bairros com mais penalidades foram: Parque Verde (35), Maracangalha (12) e Cidade Nova lV (9). A quinta-feira foi o décimo segundo dia de autuação, após três dias de trabalho educativo. O lockdown foi prorrogado até o próximo dia 24, permanecendo suspensas as atividades não essenciais e com restrição de circulação de pessoas pela cidade.

    Do domingo (10) até esta quinta-feira (21), 4.289 multas já foram aplicadas para quem foi identificado circulando em vias públicas sem necessidade comprovada.

    Municípios – De acordo com o levantamento, ao analisar as cidades paraenses, os três melhores índices de isolamento na quinta-feira (21) foram nos municípios de: Anajás (63,3%), Nova Esperança do Piriá (65,8%) e Tucuruí (60,6%). Já os piores índices foram registrados em Sapucaia (25%), Água Azul do Norte (28,7%) e Oriximiná (30,6%).

    Em Belém, incluindo os distritos, os bairros com as maiores taxas de pessoas em casa foram: Marambaia (63,2%), Souza (62,8%) e Umarizal (62%). Já onde as pessoas desobedeceram a recomendação de ficar em casa, registrando um baixo índice de isolamento, foram: Curió-Utinga (14,3%), Maracacuera (25,3%) e São João do Outeiro (33,3%).

    Em Ananindeua, os melhores índices foram registrados nos bairros Centro (55,5%), Cidade Nova VI (55,5%) e Coqueiro (55,1%). Já os piores índices observados foram nos bairros Águas Lindas (35,4%), Maguari (36,1%) e Júlia Seffer (37,1%).

    Nas 16 cidades onde ocorre o lockdown, os índices foram: Belém (50,3%), Ananindeua (47,9%), Marituba (45,8%), Santa Izabel (44,2%), Santa Bárbara (47,4%), Benevides (48,7%), Castanhal (47,2%), Vigia (50,1%), Santo Antônio do Tauá (47,2%), Breves (54,6%), Abaetetuba (53,1%), Parauapebas (50,3%), Cametá (49,6%), Capanema (48%), Santarém (51,8%), Canaã dos Carajás (47,3%).

    Serviço: A porcentagem de isolamento dos 144 municípios paraenses e o monitoramento completo estão disponíveis em um espaço exclusivo sobre os índices no site da Segup.

    Índices de isolamento por bairro em Belém na quinta-feira (21):

    Melhores: Marambaia (63,2%), Souza (62,8%) e Umarizal (62%).

    Piores: Curió-Utinga (14,3%), Maracacuera (25,3%) e São João do Outeiro (33,3%).

    Índices de isolamento por bairro em Ananindeua na quinta-feira (21):

    Melhores: Centro (55,5%), Cidade Nova VI (55,5%) e Coqueiro (55,1%).

    Piores: Águas Lindas (35,4%), Maguari (36,1%) e Júlia Seffer (37,1%).

    Confira o índice de isolamento social nos 16 municípios onde está ocorrendo o lockdown:

    Belém (50,3%)

    Ananindeua (47,9%)

    Marituba (45,8%)

    Santa Izabel (44,2%)

    Santa Bárbara (47,4%)

    Benevides (48,7%)

    Castanhal (47,2%)

    Vigia (50,1%)

    Santo Antônio do Tauá (47,2%)

    Breves (54,6%)

    Abaetetuba (53,1%)

    Parauapebas (50,3%)

    Cametá (49,6%)

    Capanema (48%)

    Santarém (51,8%)

    Canaã dos Carajás (47,3%).

    COMPARTILHAR