Gestante recuperada da Covid-19 recebe alta no Materno-Infantil de Barcarena

    Marcilene Paes, de 35 anos, foi a primeira gestante recuperada da Covid-19 a receber alta no Hospital Materno-Infantil de Barcarena Dra. Anna Turan (HMIB). A unidade, gerenciada pela Pró-Saúde, está localizada no interior do Estado, distante cerca de 114 km da capital, Belém.

    Mãe de três filhos e aguardando ansiosamente a chegada de um menino, Marcilene, que vive no Limoeiro do Ajuru, nordeste paraense, deixou o hospital na tarde desta quinta-feira (21), após 12 dias internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da unidade.

    Com um corredor de aplausos, balões e muita emoção, a gestante de 27 semanas, fez questão de sair segurando um cartaz com a frase “Eu venci a Covid-19”. Ao lado, estava o marido, Edian Pinheiro, que fez uma linda homenagem para a equipe assistencial do Materno-Infantil, agradecendo pelo cuidado com sua esposa e filho.

    “Quero agradecer ao hospital, a todos. Desde que cheguei aqui, eu fui bem cuidada por enfermeiros, técnicos, médicos, auxiliares de limpeza. Todos foram atenciosos comigo!”, relatou emocionada a paciente. “Nunca vou esquecer do momento em que entrei na UTI e a enfermeira me disse: você está longe da sua família, mas nós seremos sua família agora, para cuidar de você”, relembrou.

    Marcilene deu entrada na unidade dia 9/5 com muita falta de ar e foi mantida em isolamento recebendo todos os cuidados. Após realizar exames, teve o diagnóstico confirmado para Covid-19. Agora, mesmo curada da doença, ela continuará em observação contínua, com retornos já programados na unidade.

    “É uma alegria incomparável ver minha esposa curada. Uma das maiores vitórias é ver ela saindo do hospital bem, e ter esse carinho. Oramos muito para que isso acontecesse, eu não tenho palavras para expressar minha gratidão”, relatou o marido Edian, com lágrimas nos olhos.

    *Atendimentos à Covid-19 no HMIB*

    O Hospital Materno-Infantil de Barcarena é referência em atendimento de alta e média complexidades para gestantes e recém-nascidos de 11 municípios que compõem a Região do Baixo Tocantins.

    Com a pandemia do novo coronavírus, o hospital também passou a atender aos pacientes com Covid-19, disponibilizando cinco leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), com atendimento exclusivo para a doença. Por já possuir uma estrutura voltada para atendimento de alto risco, o HMIB se tornou um reforço no combate ao novo coronavírus na região.

    O hospital possui uma ala de isolamento reservada para os pacientes e adotou comitê de gerenciamento com medidas de prevenção para puérperas, mães, gestante e bebês e protocolos de segurança para paciente internados com Covid-19.

    COMPARTILHAR