Reconstrução da PA-150 avança e chega a 40 km de extensão

    Crédito: Ascom Setran Pará

    A rodovia PA-150, no sudeste paraense, está com mais de 40 quilômetros totalmente reconstruídos. Com um pavimento de mais de 30 anos, que não suportava mais serviços de conservação (tapa-buraco e retirada de trilha de rodas, camaleões), a Secretaria de Estado de Transportes (Setran) optou pela reconstrução de mais de 66 quilômetros da via.

    Durante o trabalho, foram trocados desde o sistema de drenagem de água pluviais, base e sub-base, e, finalmente, colocada a nova pavimentação asfáltica.

    “Temos um grande diferencial: todo o asfalto passa por um teste de prova antes e depois de ser implantado na rodovia, com isso, haverá maior durabilidade do pavimento, que foi projetado para ter uma vida útil de dez anos. Além disso, serão implantados mais dois postos de fiscalização de cargas de caminhão na PA-150” – Pádua Andrade, titular da Setran.

    Atualmente, há um posto de fiscalização na PA-150, próximo ao município de Tailândia. Excesso de peso dos caminhões nas rodovias é uma das principais causas do desgaste prematuro do pavimento asfáltico.

    Ao todo, mais de 60 quilômetros da PA-150 serão totalmente reconstruídos. O restante da rodovia, que tem mais de 300 quilômetros de extensão, recebe serviços de conservação e manutenção. Este mês, estão em execução, atualmente, os trabalhos de fresagem da camada asfáltica na altura do km 293, entre os municípios de Nova Ipixuna e Jacundá.

    Malha Viária

    A reconstrução da PA-150 é um dos grandes investimentos do Estado na infraestrutura viária paraense. A estrada liga a Região Metropolitana de Belém (RMB) ao sul e sudeste do Estado, interligando oito municípios do nordeste paraense, indo de Moju a Tailândia, Breu Branco até Ipixuna do Pará, de Goianésia a Jacundá, e Nova Ipixuna até Morada Nova, distrito de Marabá.

    A obra de reconstrução e recuperação da rodovia foi autorizada em outubro de 2019, com investimento de R$ 75 milhões, oriundos do tesouro estadual.

    COMPARTILHAR