Prefeitura mantém projeto original de feira provisória do Ver-o-Peso autorizado pelo Iphan

     

     

    A Prefeitura de Belém esclarece que a demolição da antiga estrutura em alvenaria e a construção da nova feira provisória, que está sendo montada no estacionamento do Ver-o-Peso, será custeada pela empresa contratada para a obra, sem ônus ao tesouro municipal.

    A Prefeitura informa que, por um equívoco de parte dos fiscais da Secretaria Municipal de Urbanismo (Seurb), foi autorizado à empresa responsável pela obra, serviços que não estavam aprovados, o que foi caso da construção de boxes em alvenaria, quando deveriam ser construídos em madeira.

    Ao tomar conhecimento do fato, o prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho, determinou que fosse cumprida a autorização inicial do Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

    A Prefeitura informa, ainda, que respeita todos os órgãos de fiscalização e, por isso, vai executar o que foi aprovado pelo Iphan, seguindo o cumprimento da lei como sempre agiu a gestão municipal.

    A Seurb segue fiscalizando a obra e dialogando com os permissionários da feira do Ver-o-Peso.

    COMPARTILHAR