Petroleiros em greve farão venda de gás pela metade do preço em Belém

    Foto: Internet

    Trabalhadores petroleiros de Belém (PA) vão vender botijões de gás pela metade do preço nesta sexta-feira (14). Realizada no terminal do polo petroquímico de Miramar, na rodovia Arthur Bernardes, a ação demarca a adesão do Sindicato dos Petroleiros do PA/AM/MA/AP à greve nacional, que já entra no seu 12º dia. Com botijões a R$ 40, os petroleiros pretendem denunciar à população os erros da atual política de preços conduzidas pelo governo Bolsonaro na Petrobras.

    Desde 1º de fevereiro os trabalhadores iniciaram nacionalmente uma greve contra diversas medidas do governo Bolsonaro que atacam a categoria e a Petrobras estatal. Segundo o quadro nacional divulgado pela Federação Nacional dos Petroleiros (FNP) na segunda-feira (10/02) já havia mais de 90 unidades operacionais em greve em 13 estados, sendo 40 delas plataformas marítimas.

    Dentre as medidas denunciadas pelos petroleiros, estão a privatização de diversas áreas da companhia, como a BR Distribuidora e Liquigás (já vendidas), além de 8 refinarias e 12 terminais, 2 termelétricas e dezenas de outros ativos que estão em processo de privatização. Além disso, foi anunciado em janeiro o fechamento da Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados do Paraná, resultando na demissão de 1.000 empregados diretos e terceirizados.

    Numa ação de denúncia da política de alinhamento dos preços dos combustíveis e gás de cozinha ao mercado internacional (“paridade de preço de importação”), o Sindipetro fará a venda de 200 botijões gás de cozinha a R$ 40, que seria aproximadamente o preço que cobriria o valor de custo de produção da Petrobras mais as despesas de envase e distribuição até o consumidor final.

    Para a aquisição dos botijões, o Sindicato dos Petroleiros fará a distribuição de senhas por ordem de chegada, sendo a metade direcionada a moradores da região que sejam beneficiários do Bolsa Família e o restante a trabalhadores de empresas privadas da área industrial de Miramar. Na ocasião, a categoria contará com o apoio de representantes de outros sindicatos, movimentos sociais e da juventude.

    Serviço:

    Ato da greve nacional dos petroleiros em Belém (PA)

    Data: 14 de fevereiro, a partir das 6h

    Local: Entrada do terminal de Miramar da CDP – Rodovia Artur Bernardes com Avenida Camilo Salgado Filho

    COMPARTILHAR