Seduc inicia orientações para a coleta de dados da segunda etapa do Censo Escolar

    A Secretaria de Estado de Educação (Seduc), por meio da Coordenação Estadual do Censo Escolar, iniciou as reuniões de orientações para a coleta de dados da segunda etapa do Censo Escolar 2019. O trabalho consiste na orientação aos técnicos e gestores das redes Estadual, Municipal, Federal e Privada sobre a forma correta de preenchimento das informações de movimento e rendimento dos alunos matriculados no ano letivo de 2019.

    O Censo Escolar é o principal instrumento de coleta de informações da educação básica e a mais importante pesquisa estatística educacional brasileira. É coordenado pelo Instituto Nacional de Estatística e Pesquisa Educacional Anísio Teixeira (Inep) e realizado em regime de colaboração entre as secretarias estaduais e municipais de educação e com a participação de todas as escolas públicas e privadas do país.

    A equipe de técnicos da Seduc está realizando formações no sentido de orientar as equipes pedagógicas de cada escola. O trabalho iniciou semana passada com atendimento às USES (Unidade Seduc na Escola), rede municipal, federal e privada da capital. A partir dia 16 de fevereiro, iniciam os atendimentos as URES (Unidades Regionais de Educação) e demais redes de ensino do interior do Estado.

    Segundo o coordenador estadual do Censo Escolar, Evandro Feio, nesta etapa, estão sendo coletados dados sobre Movimento e Rendimento dos alunos, ou seja, a escola declara a condição de aprovado ou reprovado (Rendimento). Há ainda outras situações em que o estudante pode se encontrar e que indicam o movimento do aluno, tais como: transferido, deixou de frequentar ou falecido. “Essas informações são importantes, pois subsidiarão as políticas de fomento e de repasse de recursos às redes públicas de ensino”, explica.

    Além disso, acrescenta o coordenador, os dados definem o fluxo escolar, que em conjunto com o desempenho nas avaliações do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) definem o principal indicador educacional do país, o Ideb.

    O prazo estabelecido pelo Inep para que as escolas preencham as informações no Sistema Educação (EducaCenso) é de 3 de fevereiro a 20 de março de 2020. Para tanto, as escolas devem acessar este endereço eletrônico.

    COMPARTILHAR