Coro Carlos Gomes celebra parceria com a Hydro

    A Hydro firmou parceria com o Coro Carlos Gomes, que completará 25 anos de atividades, em junho deste ano. Esta é a primeira vez que o setor privado patrocina o Coro Carlos Gomes, o que vai permitir a ampliação de suas atividades para municípios paraenses onde a Hydro atua, como Barcarena e Paragominas. No dia 15/01, o grupo musical se apresentou no Teatro Maria Sylvia Nunes, na Estação das Docas, em evento inicial de celebração do patrocínio e em comemoração aos 404 anos de Belém. No repertório, músicas brasileiras e paraenses, de Pixinguinha e Chico Buarque a Dona Onete e bregas do estado.

    Além do Coro, a programação contou com uma exposição de 16 fotos da cidade, sendo oito do fotógrafo paraense Luiz Braga e oito do acervo da Biblioteca Pública Arthur Vianna, compiladas pela historiadora Marina Hungria Nobre. “Temos buscado ser cada vez mais presentes nas localidades onde a Hydro atua. E, por meio de patrocínios culturais, pretendemos promover um impacto positivo nesses municípios. Sabemos que a música é um importante instrumento de desenvolvimento e, por isso, temos a enorme satisfação em apoiar esse renomado grupo musical paraense”, afirmou Alessandra Fonseca, diretora de Comunicação da Hydro.

    A maestrina Maria Antonia Jimenez comentou que o Coro se manteve por 25 anos, ininterruptos e consecutivos, valorizando a musicalidade das pessoas do Pará. “A parceria com a Hydro está sendo muito importante para o Coro, porque nos proporciona a oportunidade de nos apresentarmos no interior do estado. Será muito bom poder difundir o nosso trabalho em cidades que ainda não estivemos. Recebemos esse patrocínio de braços abertos, porque ter o apoio de uma empresa como a Hydro para executarmos as nossas programações ao longo do ano, com mais respaldo e infraestrutura, é muito importante para o Coro”, ressaltou.

    O patrocínio representa um marco na estratégia de comunicação da Hydro. Além do Coro, a Hydro também patrocina a Camerata Laranjeiras, orquestra com atuação no Rio de Janeiro que integra jovens de diferentes contextos sociais através da música.

    Fomento à cultura – O grupo musical tem como principal objetivo fomentar a música coral erudita, regional e popular no Estado. Para isso, executa diversas atividades na área da música, contemplando os aspirantes à profissão das artes musicais e oriundos dos cursos de formação proporcionados pelo instituto. Composto por 22 membros, atualmente, entre alunos e ex-alunos do Conservatório Carlos Gomes, ao longo de quase 25 anos de atividade, o Coro obteve reconhecimento nacional e internacional.

    O portfólio artístico do grupo é composto de três discos próprios e participações em várias gravações de artistas paraenses. Os discos já gravados são: O “Belo”, “O Cantochão dos Mercedários do Grão-Pará” e “Cantares”. Em 2010, surpreendeu o público com a estreia mundial e registro fonográfico da Obra “Missa Amazônica em Homenagem à Virgem de Nazaré”. Seu repertório é eclético, abrangendo todos os estilos da música coral erudita, tanto à capela quanto sinfônico coral, e interpretando música popular, folclórica e contemporânea.

    O Coro é regido pela maestrina Maria Antonia Jimenez, natural de Santiago, em Cuba. Ela é formada em regência coral no Conservatório Estatal de São Petersburgo “Rimsky Kórsakov”, na Rússia, onde concluiu o mestrado.

    Sobre a Hydro – A Hydro é uma empresa global de alumínio com produção, vendas e atividades comerciais em toda a cadeia produtiva, da lavra de bauxita, refino de alumina, geração de energia até a produção de alumínio primário, produtos laminados, extrudados e reciclagem. A empresa conta com 36.200 empregados envolvidos em atividades em 40 países. A companhia tem mais de um século de experiência na produção de energias renováveis, desenvolvimento de tecnologia e parcerias acadêmicas, sempre reforçando seu comprometimento com os clientes e com as comunidades com as quais se relaciona.

    No Brasil, a Hydro possui a cadeia do alumínio totalmente verticalizada e seus ativos são totalmente integrados, agregando valor desde a mineração de bauxita até a elaboração de produtos acabados de alumínio. No Pará, a companhia conta com operações que incluem a mina de bauxita da Mineração Paragominas; a maior refinaria de alumina do mundo, a Alunorte, localizada em Barcarena; participação com 51% das ações na Albras, fábrica de alumínio também localizada em Barcarena; e unidades de extrudados e tubos de precisão instalada em Itu, São Paulo e Santa Catarina. A Hydro ainda conta com participação acionária de 5% na Mineração Rio do Norte, uma das maiores minas de bauxita do mundo, localizada no Pará.

    COMPARTILHAR