Uepa promove palestra sobre Japão-Brasil e a imigração na Amazônia

    A Universidade do Estado do Pará (Uepa), por meio do curso de Relações Internacionais, promoverá a palestra Relações Japão-Brasil e a imigração japonesa na Amazônia, no Centro de Ciências Naturais e Tecnologia (CCNT), nesta quarta-feira (27), a partir das 18h30. O evento é aberto a todos os interessados.

    Organizado pela professora Sandra Mina Takakura, a palestra resulta da necessidade do estreitamento dos laços entre o curso de Relações Internacionais e as representações consulares na região. Nesta edição, contará com palestra de Keiji Hamada, cônsul principal do Consulado do Japão em Belém. Ele quer propor o diálogo entre os estudantes e a comunidade em geral, que possui interesse no assunto específico da diplomacia e da imigração japonesa na região amazônica.

    Há uma conexão histórica na região em relação à imigração japonesa. O processo ocorreu durante um longo período, e a Amazônia acolheu os imigrantes de regiões longínquas, que buscavam oportunidades de trabalho e condições melhores de vida. “Há diversas versões, mas compreende-se que uma das explicações para a ocorrência da imigração japonesa ao Brasil tenha sido o fechamento da Ilha do Havaí aos imigrantes japoneses. Portanto, no início do processo, muitos buscavam um trabalho temporário, que permitisse voltar ao Japão com melhores condições. Porém, a imigração para Amazônia foi uma das últimas a ocorrer, e pode ter reunido pessoas que aspiravam uma mudança permanente ao País. Mas ainda há muito a ser dialogado, pois junto com a diáspora ocorreu também o diálogo entre as culturas e os povos”, disse Sandra Takakura.

    A programação é gratuita e aberta aos interessados na questão diplomática Brasil e Japão. Após a palestra do cônsul, a assessora do Consulado, Rosa Kamada, explicará acerca das bolsas de pós-graduação para estudantes brasileiros no Japão.

    Serviço: Relações Japão-Brasil e a imigração japonesa na Amazônia. Dia 27 de novembro (quarta-feira), às 18h30, no Centro de Ciências Naturais e Tecnologia (CCNT), na Travessa Enéas Pinheiro, 2626, Bairro do Marco. Entrada franca.

    COMPARTILHAR