Torcedores começam a trocar alimentos por ingressos para transmissão da final da Libertadores

    Após 38 anos de espera, o Clube de Regatas Flamengo voltará a disputar uma final de Taça Libertadores da América. O jogo, que acontece neste sábado (23), mobiliza torcedores e fãs do Clube em todo o país, inclusive no Pará. Por isso, o governo do Estado, abrirá às portas do Mangueirão para transmitir a partida, que acontece em Lima, no Peru, às 17h. O evento unirá a torcida em prol também da solidariedade, com a troca de alimentos não perecíveis pelos ingressos para o evento.
    O produtor de eventos, Victor Gama, diz que a família está em polvorosa por conta da proximidade do jogo, por isso já garantiu o ingresso no primeiro dia de distribuição, na quarta-feira (20).

    “Quis logo garantir o meu, pois a procura será grande. A ansiedade está a mil, são anos que a gente não disputa esse título. Nasci em 1990, a última participação do Flamengo na final foi em 1981, quero muito que ganhe esse título. A família toda é flamenguista, ninguém está dormindo direito mais”, contou o torcedor.

    Esse amor dos torcedores impulsionou o Clube de Regatas Flamengo e as torcidas organizadas Fla Fla de Belém, Fla Pará, Nação Tucuruí e Flapebas a viabilizarem o evento de transmissão no Estádio Olímpico do Pará, assim como ocorrerá no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ); Arena Pantanal, em Cuiabá (MT); Mané Garrincha, em Brasília (DF); Kleber Andrade, em Cariacica (ES); e Pacaembu, em São Paulo (SP). O Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel) abraçou a causa enxergando na euforia da torcida uma forma de beneficiar comunidades com a doação de alimentos.

    “O acordo com a organização foi pensando na possibilidade de aproveitar o clima de confraternização para também levar solidariedade para a população. É um time representando o Brasil em uma disputa internacional. Esperamos que, mesmo à distância, o Mangueirão se torne um caldeirão de energias positivas para a equipe”, desejou o secretário adjunto de Esporte e Lazer, Vitor Borges.
    Além da transmissão do evento em quatro telões, haverá um palco no gramado para a apresentação de atrações musicais como a Escola de Samba “Quem São Eles” que virá com 50 ritmistas, mestre-sala e porta-bandeira e intérpretes.

    A banda Mocotó Elétrico também fará a alegria da torcida. “Nosso repertório será de muita alegria, com músicas que tratem do futebol e do Flamengo”, adiantou o músico Carlos Ribeiro. Além disso, os bares estarão funcionando e oferecendo feijoada.

    De acordo com Lúcio Leite, presidente e cônsul da torcida Fla Fla de Belém, a torcida está muito entusiasmada com a possibilidade de estar reunida em um só lugar para acompanhar o jogo. “É um momento histórico então a previsão é de ter um grande público no Mangueirão. Estamos com a expectativa de participação de torcedores de outros municípios também”, afirmou Lúcio.

    Troca de ingressos – Um dos pontos de aquisição de ingressos é a loja Nação Rubro Negra no Boulevard Shopping. Para o lojista José Francisco Fernandes, o movimento após a classificação do time aumentou a ponto de os estoques não serem suficientes. “É um momento histórico, em duas semanas tudo se concretizou então estamos fazendo o possível para uniformizar o torcedor, garantir os itens do time”, contou José Francisco.
    Os ingressos também podem ser trocados no próprio Mangueirão, no Centro da Juventude, na Federação Paraense de Futebol, nas sedes sociais do Remo e Paysandu.

    COMPARTILHAR