Detran realiza programação em memória às vítimas de acidente de trânsito

    O terceiro domingo de novembro é dedicado à memória de milhões de pessoas que foram vítimas de acidentes de trânsito. A data foi criada pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 2005 em solidariedade à dor da perda de familiares e amigos e, também, para homenagear todos aqueles que foram vitimizados em decorrência do trânsito.

    O Departamento de Trânsito do Estado (Detran), que tem como compromisso social a conscientização por um trânsito mais seguro e humanizado, realiza uma programação alusiva em Memória às Vítimas de Trânsito, no próximo dia 17 de novembro.

    “Quanto mais alertas nós temos, como o Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidente, mais a gente consegue chamar atenção da sociedade para que elas consigam tomar um pouco mais de cuidado e possam se conscientizar.”, destacou o Técnico operacional de trânsito, Bento Gouveia.

    A programação será aberta ao público nas dependências do Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência – HMUE, às 8h30, com apresentação musical da banda da Guarda Municipal, às 10h, será realizado um culto ecumênico em memória às vítimas e também depoimentos de vítimas e familiares de vítimas de acidentes de trânsito.

    O Detran, por meio da Coordenadoria de Educação de Trânsito – CED, realiza a programação em parceria com diversos órgãos: Associação Vida Pará, ciclistas (pará ciclo, byke belém, pedala mana, bike anjos), OAB/PA, Guarda Municipal de Belém, Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência – HMUE, Hemopa, Unama.

    Dados de 2019, levantados pelo Detran, mostram que foram registrados 9.269 em todo o Pará, até abril deste ano. Os seis principais fatores de risco nas vias, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS): não uso do capacete, não uso do cinto de segurança, uso do celular, não uso do dispositivo de retenção para criança, excesso de velocidade, associação entre bebida e direção.

    COMPARTILHAR