Shoppings investem na principal data comemorativa do varejo, o Natal

     

    Shopping Bosque Grão-Pará 


    O período do ano mais animado e importante para o setor varejista se aproxima: o Natal.  Em 2019, o período chega com um cenário econômico melhor do que nos últimos anos, principalmente após aprovação da reforma da previdência, confiança dos empresários aumentando, economia voltando a aquecer, criação de empregos formais entre 50.000 e 100.000/mês. O governo prevê inflação menor para 2019. A projeção, que estava em 3,8% para o ano, agora é de 3,6%, principalmente por conta da descompressão do preço dos alimentos.

    Na avaliação do ministério da Economia, a economia brasileira vem se recuperando desde setembro, sob o efeito do corte da taxa de juros (hoje em 6% ao ano), e da liberação dos saques do FGTS, tanto das contas ativas quanto das inativas. Os empresários do ramo de varejo, como shoppings, consideram setembro como o começo de um novo período. No Shopping Bosque Grão-Pará, por exemplo, o crescimento vem contínuo desde o início do ano. “Foram mais de 26 lojas comercializadas, além das vendas e do fluxo crescendo acima de dois dígitos, 12% e 15%, respectivamente. O Shopping, que completou quatro anos no último mês de agosto, já é referência na cidade como empreendimento que oferece as mais variadas opções de lazer e lojas exclusivas, trouxe marcas importantes ao longo deste ano como Brooksfield, Kalunga, Track&Field, Arezzo, iByte, Gelateria San Paolo, Havanna Café, Centauro e o primeiro restaurante Madero da região norte. Acreditamos que o Brasil está em início de um novo ciclo. Mais justo financeiramente, mais eficiente e mais propenso a investimentos”, avalia o superintendente Daniel Vieira.

     

     

    O Natal é a principal data comemorativa do varejo nacional, com previsão de movimentação financeira de R$ 35,9 bilhões em 2019. Segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), em todo o Brasil deverão ser contratados cerca de 91 mil trabalhadores temporários para atender ao aumento sazonal das vendas neste fim de ano. Este é o melhor cenário previsto nos últimos seis anos. Se confirmada a previsão, haveria um avanço de 4% em relação a 2018. A CNC estima que de oito em cada dez vagas ofertadas deverão ser preenchidas por vendedores. “Aqui no shopping as contratações já foram feitas, principalmente para a programação natalina. Teremos a chegada do Papai Noel no dia 15 de novembro, às 9h, e, com isso, o início da programação do Bosque Encantado de Natal, que este ano traz o tema “O Natal dos Sonhos”. Por traz de tudo isso tem uma equipe com mais de 300 pessoas que estão todos os dias envolvidos em ensaios, construção de cenários, figurinos e muito mais. Além do Papai Noel, são contratados neste período as noeletes, produtores, atores, segurança, equipe técnica e limpeza”, esclarece Daniel.

     

     

    Segundo Daniel, as principais tendências em compras para o Natal este ano estarão concentradas em itens de qualidade com bons preços, como peças de acessórios, vestuário, sapatos e cosméticos. Também deverão ter boa saída os eletrônicos, celulares e eletrodomésticos. Certamente quem ofertar preços atrativos, junto a facilidades de pagamento, e qualidade no atendimento ao cliente, terá a preferência do consumidor.

    “Vivemos em um cenário muito interessante: o comércio, como um todo, busca se reinventar de várias formas para enfrentar esses tempos difíceis. O maior desafio para quem deseja ter visibilidade e atingir um crescimento de vendas, no setor varejista, é tornar-se mais atrativo para os consumidores, sendo criativo o suficiente para se diferenciar no mercado através de uma excelente experiência de compra.  Buscamos isso continuamente, principalmente na questão do entretenimento, sempre tentando trazer novidades”, destaca Daniel.

    COMPARTILHAR