Indústria extrativa registra queda em comparação ao ano anterior

    Se comparado a setembro de 2018, a indústria paraense também registrou queda com -2,0%, o que foi influenciado pela indústria extrativa. Isso porque, essa indústria registrou queda de -4,4% com diminuição na produção de minérios de ferro e de alumínio.

    Indústrias de transformação registra alta de 18,2%

    As indústrias de transformação registraram alta de 18,2% se comparado a setembro do ano anterior por influencia da metalurgia. Este grupo de atividade teve aumento de 55% no período com maiores produções de óxido de alumínio, alumínio não ligado em formas brutas e ferro-gusa.

    Ainda dentro das indústrias de transformação, a fabricação de produtos alimentícios também registrou alta com 12,5%. Os produtos que mais influenciaram nesse resultado foram as carnes de bovino frescas ou refrigeradas, água de coco, óleo de dendê refinado e a farinha de trigo.

    COMPARTILHAR