Simpósio reúne principais referências em oncologia

    Belém sedia a edição 2019 do Simpósio Amazônico de Câncer de Mama, um encontro de caráter multidisciplinar inteiramente voltado para a discussão do câncer de mama, privilegiando os temas mais relevantes e atuais.

    Doze dos principais especialistas em câncer de mama do Brasil estarão reunidos em Belém, como palestrantes nesta edição do Simpósio Amazônico de Câncer de Mama, realizado pelo Centro de Tratamento Oncológico. Eles vão compartilhar conhecimento multidisciplinar e trazer o que há de mais avançado em pesquisas, prevenção, diagnóstico e tratamento do câncer de mama, tipo de câncer que mais afeta mulheres no mundo.

    O simpósio ocorre nesta quinta e sexta-feira, 7 a 8 de novembro, no hotel Grand Mércure Belém, com a participação de 21 palestrantes, sendo 12 nacionais. Entre eles, o Oncologista clínico do Hospital Israelita Albert Einstein e Grupo Oncoclínicas e ex-Presidente da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC), Sérgio Simon a dra. Solange Sanches, Chefe do time de Mama do departamento de Oncologia Clinica do AC Camargo Cancer Center – São Paulo – SP, Sócia fundadora do grupo EVA (Grupo Brasileiro de Estudos de Tumores Ginecológicos) e Conselho Diretor do Instituto Oncoguia; e a Dra. Angélica Nogueira, Post Doc. em Oncologia Global Harvard University, Professora e pesquisadora UFMG e Presidente do Grupo Brasileiro de Tumores Ginecológicos, EVA; entre outros especialistas que são referência em câncer de mama no Brasil.

    O Simpósio – Será uma grande oportunidade de discussão e aprendizado não só para médicos, mas também para fisioterapeutas, nutricionistas, psicólogos e enfermeiros, além dos respectivos residentes e acadêmicos dessas áreas.

    A multidisciplinaridade é a marca da programação neste evento, realizado pelo Centro de Tratamento Oncológico. Serão 15 módulos de debates, em que serão tratados os temas epidemiologia; diagnóstico; imunoterapia; tipos específicos de câncer de mama, como o TriploNegativo; testes moleculares; radioterapia; doença metastática; suporte; câncer de mama em pacientes jovens; genética; cirurgia axilar; cirurgia oncoplástica e reconstrutiva; hormonioterapia; sessão educacional sobre o manejo do paciente; e os avanços mais recentes sobre a doença.

    COMPARTILHAR