Equipe de Governo irá reunir para discutir soluções para bloqueio na BR-163

    Por conta das fortes chuvas, um trecho da BR-163 entre o distrito de Morais de Almeida – pertencente ao município de Itaituba – e a cidade de Novo Progresso teve que ser parcialmente bloqueado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura e Trânsito (Dnit), o que causou um congestionamento de cerca de 80 km na rodovia. A pedido do governador Helder Barbalho, uma equipe do Governo do Estado foi enviada ao local para discutir, nesta quarta-feira (6), possíveis soluções para o problema. A reunião será em Novo Progresso com o prefeito e secretários municipais, agentes do Dnit, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Exército.

    O secretário regional de Governo do Oeste do Pará, Henderson Pinto, seguiu de Santarém na tarde de segunda (4) para a região, acompanhado do tenente coronel Cláudio Rego, comandante do 7º Grupamento de Bombeiros; e do coronel Anthenor Nascimento, coordenador de Segurança do Centro Regional de Governo. Os representantes do Executivo estadual chegaram na noite de segunda à Itaituba, de onde seguiram, na manhã desta terça, para Novo Progresso. A comitiva chegou somente por volta das 21h ao destino final.

    Embora a vise a prevenção de acidentes e a garantia da segurança no tráfego, a medida do Dnit impede que novas carretas sigam pelo perímetro da rodovia, localizado no sudoeste paraense, sentido PA – MG, prejudicando todo o tráfego no local. Então, a missão da comitiva é verificar a situação “in loco” e colocar os órgãos do Executivo estadual à disposição do distrito e do município em questão, diretamente afetados pelo bloqueio.

    “Além do que são milhares de caminhoneiros que estão na estrada há dias, precisando de um apoio. O Estado, por sua vez, tem o compromisso de estar auxiliando, mesmo sabendo que a BR-163 é uma rodovia federal. O Governo compreende que a população, tanto os paraenses que moram na região ou as pessoas que estão passando por aqui, precisam desse apoio”, esclareceu Henderson Pinto.

    Ainda segundo informações do Dnit, o bloqueio foi necessário devido ao fato das fortes chuvas terem deixado a pista escorregadia e também para evitar que as filas se estendessem para os trechos não pavimentados da BR-163.

    COMPARTILHAR