Por: www.revistaamazonia.com.br

Nesta quinta (7) e sexta-feira (8), o Centro de Instrução Almirante Braz de Aguiar (Ciaba) sediou a campanha de doação de sangue e de cadastro de medula óssea em parceria com a Fundação Centro de Hemoterapia e Hematologia do Pará (Hemopa). A ação foi realizada para reforçar o estoque da instituição para atendimento da demanda transfusional no período do carnaval, e contou com mais de 150 voluntários.

Essa é a segunda campanha da Marinha do Brasil em prol da doação de sangue neste ano. “Em janeiro fizemos em comemoração pelos 50 anos da Estação Radiogoniométrica da Marinha em Belém. E, com toda certeza, vamos realizar outras ao longo de 2019. Temos compromisso com toda a população e estamos sempre prontos para ajudar”, afirma o comandante do 4° Distrito Naval, Vice-Almirante Edervaldo Texeira de Abreu Filho.

O comandante do Ciaba, o capitão de mar e guerra Baptista Santos, explica que a iniciativa mobilizou os alunos da Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante (EFOMM) como forma de vivenciar a solidariedade. “Aqui tudo é aprendizado. Com a doação de sangue, eles podem salvar vidas e é muito importante que isso faça parte do dia a dia deles. Nosso objetivo é realmente ajudar o próximo”.

Para a gerente de Captação de Doadores, Juciara Farias, a campanha no Ciaba é realizada em um momento em que três fatores influenciam no comparecimento de doadores: aproximação do período carnavalesco, chuvas intensas e aumento das viroses. “Esse é um período em que precisamos estimular ainda mais a sociedade em relação à doação de sangue. E as parcerias são fundamentais nesse trabalho. Sem dúvida, essa campanha vai contribuir muito para não falte sangue no carnaval”.

Para ser um candidato à doação de sangue, é preciso ter entre 16 e 69 anos (menores devem estar acompanhados do responsável legal), ter mais de 50 kg, estar bem de saúde e portar documento de identificação oficial, original e com foto.

“Precisamos da solidariedade das pessoas de forma permanente. Por isso, trabalhamos o ano todo e com diversas estratégias para fazer com que as pessoas tenham atitude, realmente se sintam preocupados com o próximo”, finaliza Juciara.

Serviço – As doações de sangue podem ser feitas no Hemocentro Coordenador e na Estação de Coleta Castanheira, de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h30, e aos sábado, de 7h30 às 17h. Há ainda a Estação de Coleta Pátio Belém que funciona de segunda a sexta-feira de 10h às 17h. E na última semana de cada mês, a Unidade Móvel está na Estação Cidadania de Icoaraci, de 8h às 13h.Texto: 
Jaqueline Menezes