Por: www.revistaamazonia.com.br

Os novos alunos do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS) da Universidade do Estado do Pará (Uepa) participaram da aula magna, realizada no auditório da Unidade de Ensino, Assistência, Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Ueafto), em Belém, nesta quarta-feira (6). A programação foi promovida pelos veteranos dos centros acadêmicos dos cursos de Biomedicina, Educação Física, Enfermagem, Fisioterapia, Medicina e Terapia Ocupacional.

As novas estudantes de enfermagem, Nayara Souza, Adrielle e Aline Pereira, se conheceram durante a programação de acolhida, a Calourada Integrada, que ocorre desde segunda-feira (4), e vai até sexta (8).

“Estamos recebendo informações, eles estão nos guiando pelos espaços, realmente são muito acolhedores”, contou Adrielle. “Espero adquirir muito conhecimento, estou muito animada para exercer essa profissão que cuida das pessoas”, falou Nayara. Já Aline acredita que a transformação é pessoal. “Vamos lidar com vidas, não poderemos fazer um trabalho mecanizado”, avaliou.

É com esse olhar humanizado e integrador que a programação foi pensada. “Planejamos de forma a desestimular a competitividade que eles trazem do vestibular. Na Universidade, não precisa mais ser assim, temos que nos ajudar para mudar a realidade enquanto profissionais”, explicou Ana Carolina Cabeça, do Centro Acadêmico de Medicina José Arraes (Camja). Durante toda a semana eles estão tendo atividades em seus próprios cursos e campi, e também articuladas com outras áreas.

O reitor Rubens Cardoso representou os 2.600 servidores que integram a Universidade. “Sintam-se abraçados por eles. Tornem-se comprometidos com o desenvolvimento sustentável da região. A Universidade não é de graça, ela é paga por 8 milhões de paraenses. Ela é pública no sentindo da ‘res-pública’, da externalidade para a sociedade”, ponderou.

Ele também explicou que 96% dos inscritos no Prosel não são aprovados. “Existe o mérito do teste, mas a maioria fica de fora porque são poucas vagas. Dediquem mais vontade do que inteligência, pois o desempenho depende disso, e do incentivo”, aconselhou.

Aula Magna – As coordenadoras de curso também deram as boas-vindas aos calouros. “Vocês foram selecionados para serem agentes transformadores. Agreguem-se a nós na missão da Universidade”, convidou a coordenadora do curso de Terapia Ocupacional, Sandra Baía. Já Angélica Nobre, que coordena a graduação em Fisioterapia, felicitou os novos alunos. “Que vocês possam se sentir em casa, assim como me sinto há 35 anos. Que possam estar aqui por uma escolha de alma”, congratulou.

A chefe de departamento, Ivonete Pereira, representou a coordenadora de Enfermagem. “Os calouros já sentiram o clima de acolhimento e humanização no campus IV. A Enfermagem é a arte de cuidar, respeitando e enxergando as pessoas de forma integral”, explicou.

A coordenadora de Medicina, Djenane Caetano, deu algumas orientações aos alunos. “Estamos vendo um movimento de conhecimento e acolhimento. Estamos muito felizes. O nosso curso é pesado, vocês terão experiências práticas e precisamos estar alinhados”, explicou.

A diretora do CCBS, Vera Palácios, também parabenizou os aprovados no Prosel 2019. “Estamos orgulhosos de recebê-los. A conquista de uma vaga é um processo de competição rigorosa, que tem como requisito o mérito. Vocês alcançaram isso. Esperamos também que possam retornar o investimento que a sociedade faz”, desejou.

Cerimônia do Jaleco – Um dos momentos mais aguardados da chegada dos novos alunos da área da saúde é a cerimônia do jaleco. É o rito que marca a transição da vida profissional e do compromisso que os alunos passam a ter para o resto das vidas. A cerimônia do jaleco do curso de Medicina está agendada para esta quinta-feira, às 18h. Na sexta-feira, às 17h30, ocorrerá a solenidade do curso de Enfermagem, ambos serão no auditório da Ueafto.

Por Dayane Baia
Agência Pará