Ideflor-bio ganha representatividade em Comunidade Internacional de Conservação da Natureza

Por: revistaamazonia.com.br

O gerente das Unidades de Conservação da Região Metropolitana de Belém, Julio Meyer, é o primeiro membro da região amazônica a compor o grupo de especialistas em Estratégias de Conservação Urbana da Comissão de Áreas Protegidas da International Union for Conservation of Nature (IUCN). A instituição é responsável, entre outras funções, pela atualização da lista vermelha de espécies ameaçadas de extinção e também pela mobilização de diversas estratégias de conservação da biodiversidade em escala mundial.
O convite se deu por conta da experiência do gerente à frente da gestão das quatro Unidades de Conservação estaduais localizadas na zona urbana da Grande Belém. Algumas delas, como a Área de Proteção Ambiental (APA) Metropolitana de Belém e o Refúgio de Vida Silvestre Metrópole da Amazônia ocupam o território de várias cidades, como Belém, Ananindeua, Marituba, Benevides e Santa Isabel do Pará. Outras, como o Parque Estadual do Utinga e a APA Ilha do Combu são espaços turísticos populares entre paraenses e visitantes do Brasil e do mundo.

“A participação nesse grupo de especialistas possibilitará um ambiente de colaboração, aprendizagem e uma rede internacional de trabalho em prol da conservação de áreas protegidas no ambiente urbano. Com isso, buscaremos potencializar os benefícios dessas áreas cruciais, pois, ao mesmo tempo em que estão mais suscetíveis às ameaças, elas oportunizam o contato e a presença das pessoas e o desenvolvimento da consciência com relação à importância da preservação do ambiente”, afirma Julio Meyer.

Julio Meyer é médico veterinário e servidor público da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas). Desde 2015, atua no Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade (Ideflor-bio), à frente da Gerência da Região Administrativa de Belém. Com a participação no Grupo de Especialistas da IUCN, o Ideflor-bio torna-se uma das instituições brasileiras representadas nessa comunidade de mais de 80 pesquisadores de diversos lugares do mundo.

O Grupo

O Grupo de Especialistas em Estratégias de Proteção Urbanas foi criado em 2005 e trabalha para expandir e desenvolver a gestão de áreas de proteção e conservação da natureza nos ambientes urbanos, além de encorajar a cooperação entre as instituições que gerenciam essas áreas e outras instituições urbanas, como museus, jardins botânicos, zoológicos e aquários.

A instância é parte da Comissão Mundial de Áreas Protegidas da IUCN, a qual busca desenvolver políticas baseadas em conhecimentos específicos sobre as dinâmicas das áreas protegidas, além do aconselhamento e ferramentas guias acerca das questões que envolvem essas áreas e sua gestão.

COMPARTILHAR