DIA MUNDIAL DE COMBATE A LER/DORT

    As LER/DORT são consideradas um dos principais problemas de saúde pública sendo responsáveis por aproximadamente 90% dos afastamentos no trabalho. No último levantamento feito pelo INSS, foram mais de 22 mil trabalhadores.

    Profissões que exigem um esforço maior do corpo ou que são executadas com movimentos repetitivos e realizadas muitas vezes na mesma posição (em pé, ou sentado), são as principais responsáveis por causar danos permanentes ou irreversíveis para a saúde da coluna, quadril e joelhos e comprometer um envelhecimento saudável.

    Diante disso, entra em cena a fisioterapeuta Raquel Silvério, ressaltando a importância de exercícios de pausa compensatória, ajustes ergonômicos, correções posturais e orientações sobre o manejo de peso. Com foco na saúde, a fisioterapia preventiva busca ampliar a conscientização dos trabalhadores para que haja uma diminuição das doenças ocupacionais, gerando melhor desempenho e aumento da qualidade em seus serviços.

    Desta maneira, a profissional pode abordar assuntos relacionados a prevenção, dicas para se atentar a postura, alongamentos, cuidados com a coluna, quadril e joelhos, entre outros. Ainda na mesma temática, podemos apresentar soluções através de tratamentos, fortalecimento muscular e articular, reeducação postural, reabilitação, terapias anti-inflamatórias e analgésicas, eletroterapia, entre vários outros procedimentos que podem proporcionar uma vida normal, e amenizar os danos e dores em pacientes já diagnosticados com LER/ DORT, melhorando a qualidade de vida.

    COMPARTILHAR