Não é beleza que procuramos, mas maturidade e responsabilidade

Hoje acordou decidida. Não vai mais correr atrás de quem só vem te desgastando. De uma vez por todas vai dar um fim em um sentimento que ela mesma criou dentro dela. Entendeu que não dá pra alimentar um amor com migalhas, insistindo em quem não sabe o que quer e vive jogando em cima dela pesos e culpas desnecessárias.

Despertou pra vida e entregou nas mãos de Deus. Ela sabe o quanto vai ser melhor se desligar de tudo isso que só tem feito ela sofrer. Ela sabe que não vai ser fácil, mas não tem sido bom chorar todos os dias de noite, implorando por respostas de Deus, quando na verdade tudo isso é só consequência de coisas que ela escolheu pra si mesma. Ela percebeu que apostar em quem não muda e não faz por merecer o que ela tem de melhor, não tem sido suficiente.

Ela precisa se preencher de amor próprio, tem que ouvir os conselhos das amigas quando dizem que ela merece mais. Ela precisa parar de remoer mensagens antigas, e de vasculhar cada passo que ele dá por aí. Ela tem que parar de ser passatempo, de ser abrigo quando as outras derem o NÃO que ela nunca diz. Ela precisa se pertencer, sabe? Parar de se culpar por mergulhar de cabeças em amores tão rasos. Ela tem que acreditar que ela consegue alguém melhor por aí. Que gostar de quem não valoriza o nosso amor, é como dar tiro no pé e cabeçada na parede.

Ela tem que ser forte e parar de entregar seu coração nas mãos de quem não sabe como cuidar. Ela tem que se amar em primeiro plano, pra depois permitir que o verdadeiro amor a encontre. Ela tem que parar de apressar os passos, e principalmente, parar de confundir amor com medo de ficar sozinha. Ela é tão incrível, tão dona dela mesma, e se coloca em situações em que fica claro que ela é totalmente dependente do pouco que insistem em oferecer pra ela por aí. Sai fora, moça esse lugar onde você tem tentado se enfiar não te cabe.


Por Rogério Oliveira

O post Não é beleza que procuramos, mas maturidade e responsabilidade apareceu primeiro em Pensador Anônimo.