A Polícia Civil já recuperou mais de 50 telefones celulares roubados, nos últimos dois meses, em decorrência de investigações realizadas pela equipe policial de Breves, na Ilha do Marajó. O trabalho foi uma iniciativa da Superintendência Regional de Breves, sob coordenação da delegada Vanessa Macedo e desenvolvida pela equipe comandada pelo delegado Diego Máximo. A ação policial foi iniciada em outubro deste ano após um levantamento das ocorrências de roubos de celulares ser realizado desde o início do ano, por novos policiais civis do município recém ingressos na Polícia Civil via concurso público.

Foram levantadas informações contidas em boletins de ocorrência de roubos de celulares registrados em 2018 na Delegacia, em que constavam o IMEI do aparelho. O IMEI – palavra que traduzida do termo inglês “International Mobile Equipment Identity” significa “Identificação Internacional de Equipamento Móvel” – é um código formado por 15 números existente em todo celular e que ajuda a identificar o aparelho. Para ver o número do IMEI, basta digitar *#06# no telefone, como se fosse fazer uma ligação, e clicar na tecla de fazer a chamada. O número vai aparecer na tela do aparelho. O IMEI também pode ser visto atrás da bateria do telefone móvel.

Diante do levantamento realizado pela equipe da Superintendência da Polícia Civil de Breves, foram enviados ofícios às operadoras com pedidos de informações sobre os cadastros dos aparelhos. Muitos aparelhos roubados já haviam sido cadastrados nas operadoras em nome de outras pessoas. Diante disso, a equipe de policiais civis conseguiu localizar as pessoas que estavam de posse dos telefones roubados para que devolvessem os telefones. Além disso, foram lavrados procedimentos por crime de receptação em relação às pessoas que estavam usando os aparelhos roubados.

Aliado a isso, a Delegacia de Breves montou uma planilha com dados dos aparelhos celulares com registro de roubo para facilitar o controle e acompanhamento dos registros das ocorrências. Entre os dados estão os números dos telefones roubados, nome do dono do aparelho, IMEI, modelo do telefone, data do roubo, número do boletim de ocorrência e número do ofício enviado à operadora. Além de Breves, os celulares roubados foram recuperados, durante as diligências, em outras cidades do Pará e até fora do Estado. Entre as cidades estão São Sebastião da Boa Vista, Anajás, Bagre e Curralinho, localizadas na Ilha do Marajó; em Belém e no Estado de Sergipe, onde a pessoa que estava com o aparelho roubado enviou para Breves, via Correios, o objeto que foi devolvido ao dono.