Estoques de carbono em áreas em recuperadas pela agricultura familiar em Rondônia.

Por: revistaamazonia.com.br

Quantificar os estoques de carbono na vegetação acima e abaixo do solo e no solo dos plantios mistos implantados em áreas apoiadas pelo projeto Viveiro Cidadão em Rondônia, que conta com o patrocínio da Petrobras, é o objetivo de pesquisadores da Ecoporé, Centro de Estudos Rioterra e Universidade Federal do Paraná/BIOFIX.

A pesquisa foi iniciada em sua etapa de coleta de dados em campo, e após analisados, os resultados deverão ilustrar a capacidade dos plantios realizados por agricultores, em acumular carbono na biomassa vegetal.

O carbono é um dos gases que estão presentes no ar que contribuem para regulação do clima no planeta, as árvores quando crescem transformam este gás em troncos, galhos, folhas, raízes, etc, e o mesmo vai sendo estocado em um contínuo processo de acumulação que envolve também a matéria orgânica decomposta e disponível nos solos. Uma floresta portanto, possui muito carbono armazenado e uma floresta em crescimento retira do ar muito carbono.

Este tipo de pesquisa em áreas de recuperação ainda é pouco conhecida e os resultados são valiosos para as discussões sobre o aquecimento global, recuperação de solos e diversos outros aspectos importantes para agricultura, como os serviços ambientais e sua importância para economia rural.