Pesquisadores discutem tecnologias para a conservação

     Aplicativo permite acesso a crédito rural com respeito à legislação ambiental
                Com o objetivo explorar novas ideias e desenvolver parcerias para novas estratégias de conservação, cientistas de várias partes do mundo participaram do Workshop Transforming Conservation, em Santa Cruz, na Califórnia (EUA). O encontro foi promovido pela Mongabay – uma organização internacional que produz notícias especializadas em meio ambiente, ciência e conservação.
                A partir das discussões de especialistas no encontro, será elaborado um documento com desafios, oportunidades e possíveis ações em prol da conservação ambiental no planeta. Este documento está previsto para ser publicado no final de novembro e será voltado para gestores, tomadores de decisão, órgãos responsáveis por políticas públicas de conservação e ONGs.
                Representando o Pará, o diretor executivo da Terras App Solutions, Carlos Souza Jr, apresentou no evento cases de como a tecnologia de informação pode ser aliada na meta do desmatamento zero no Brasil. A Terras App Solutions é a criadora do aplicativo Terras Crédito Rural, que facilita o acesso do produtor rural ao crédito, atrelado ao cumprimento da legislação ambiental. Desenvolvida em cooperação técnica com o Banco da Amazônia a plataforma já tem garantindo mais agilidade para a decisão do crédito e permitindo o desenvolvimento de agricultura e pecuária com risco reduzido de novos desmatamentos.
                Para Carlos Souza Jr., que também é pesquisador na área de sensoriamento remoto, sistemas de informações geográficas e modelagem espacial e possui larga experiência no Instituto Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), o evento foi uma importante oportunidade para troca de experiências. “A Terras tem um case bem concreto de tecnologia voltada para o credito rural, trabalhando com o setor financeiro na área de monitoramento e análise espacial. No workshop, vimos possibilidade de integração com outros grupos, como os que pesquisam com drones e bioacústica. A bioacústica, por exemplo, é uma área nova que permite captar sons em um ambiente e relaciona-los a espécies de animais ou a ameaças, como escavadeiras ou motosserras”, relata o diretor da Terras App Solutions.
     Tecnologia para o campo
    Com quatro anos de existência, a empresa paraense Terras App Solutions nasceu como uma spin-off do Imazon. Com o apoio de fundações internacionais como a Skoll e a Mulago, a empresa ganhou independência. Atualmente, a Terras desenvolve plataformas e aplicativos inovadores para gestão de propriedades rurais, monitoramento de riscos socioambientais e rastreabilidade de produtos agrícolas, agropecuários, minerais, florestais madeireiros e não-madeireiros.