Pesquisadores paraenses são destaque em premiação nacional

    Todas as categorias dos Prêmios Professor Samuel Benchimol e Banco da Amazônia de Empreendedorismo Consciente, que em 2018 são promovidos pela Federação das Indústrias do Estado do Pará, foram vencidas por paraenses. A solenidade de outorga da será realizada no dia 23 de novembro, em Belém, e vai celebrar os 15 anos de criação do Prêmio Prof. Samuel Benchimol e os 10 anos de realização conjunta das premiações.

    Reconhecido por ser um dos mais tradicionais prêmios voltados para a ciência e tecnologia, com foco exclusivo para a Amazônia, as premiações tiveram 176 projetos inscritos de diversos estados brasileiros. Na categoria ‘Projetos de Desenvolvimento Sustentável na Região Amazônica’, o primeiro lugar foi para o projeto destinado à inovação tecnológica no segmento de hortaliças. A proposta da pesquisadora Alessandra Santos Lopes visa desidratar hortaliças típicas da Amazônia, como jambu, chicória e alfavaca, valorizando a agricultura familiar e com destino para o mercados nacional e internacional.

    Já na categoria ‘Iniciativa de Desenvolvimento Local (IDL)’, o vencedor foi Maurício Favacho da Silva, que desenvolveu um projeto para inserir na produção de joias, processos industriais como modelagem 3D, prototipagem e fundição. Entre as vantagens do uso destas tecnologias industriais está o melhor acabamento, maior velocidade e possibilidade de produção em série, além de ampliar a contribuição do Estado do Pará nas estatísticas de exportação.

    “Os Prêmios Professor Samuel Benchimol e Banco da Amazônia de Empreendedorismo Consciente são iniciativas extremamente valorosas para quem atua na área de desenvolvimento e contribui para que a nossa região seja mais do que uma fonte de insumos, e sim um polo gerador de soluções em diversos segmentos”, disse José Conrado Santos, presidente da FIEPA.

     

     

    As premiações recebem o apoio do Banco da Amazônia, grupo Bemol/Fogás, Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), por meio do seu Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT), da Confederação Nacional da Indústria (CNI), das Federações de Indústrias da Região Amazônica, Fundações de Amparo à Pesquisa da Amazônia Legal, dentre outras instituições.

    Conheça os vencedores da edição 2018

    ·       
     Categoria: Projetos de Desenvolvimento Sustentável na Região Amazônica
    Alessandra Santos Lopes / Estado – PA

    Título do Projeto: Hortaliças da Amazônia: da valorização da agricultura familiar à inovação tecnológica para conquista de novos mercados.

    ·      
      Categoria: Personalidades Dedicadas ao Desenvolvimento Sustentável da Região Amazônica

    Agraciado: Adnan Demachki / Estado – PA

    ·       
      Categoria: Iniciativa de Desenvolvimento Local (IDL)

    Maurício Darcy Favacho da Silva / Estado- PA

    Título do Projeto: Modelagem 3D, Prototipagem e Fundição em Cera Perdida na produção de joias com a biodiversidade do Estado do Pará

    ·        
    Categoria: Empresa na Amazônia

    Cooperativa Agrícola Mista de Tomé Açu / Estado – PA

    ·        
    Categoria: Micro empreendimento na Amazônia (Prêmio Florescer) Urbano

    Creuzimar Santos Silva / Estado – PA

    ·         
    Categoria: Micro empreendimento na Amazônia (Prêmio Florescer) Rural

    Maria de Fátima da Conceição Andrade / Estado – PA