Bombeiros alertam sobre cuidados com fogos de artifícios no Réveillon

116

Com a proximidade das festas de final de ano, a quantidade de fogos de artifício que são soltos durante as comemorações de virada de ano aumenta bastante e, com isso, também os riscos de ocorrerem acidentes com as pessoas que fazem o manuseio do artefato. Por isso, é importante ficar atento às dicas que o Corpo de Bombeiros oferece para quem irá se aventurar nessa prática.
A primeira delas é se certificar se o local da compra dos fogos tem licença emitida pelo Corpo de Bombeiros ou pelo Exército Brasileiro. Em seguida, se o produto tem selo do Instituto Nacional de Metrologia (Inmetro), que atesta sua qualidade e segurança impressa na embalagem junto com a data de validade, as informações do fabricante e as instruções corretas de uso.
“Além disso, jamais devemos comprar produtos fora da embalagem ou com a caixa violada, pois podem ser clandestinos e trazer vários riscos à saúde”, alerta o capitão Raimundo Moura, do Centro de Atividades Técnicas do Corpo de Bombeiros (CAT).
Outro grande problema é a utilização de fogos por pessoas que tenham ingerido bebida alcoólica ou que estejam fazendo uso de algum medicamento controlado. “É extremamente arriscado soltar fogos se a pessoa estiver nessas duas condições. Ela certamente não vai estar em equilíbrio emocional necessário para essa prática”, afirma o capitão dos Bombeiros.
Os Bombeiros recomendam, ainda, que as pessoas devem evitar algumas práticas comuns em caso de queimaduras, como por exemplo, passar creme dental ou manteiga no local afetado. “O correto é por o ferimento em contato com água corrente e, em caso de queimaduras de 2º e 3º graus que, entrem em contato com o serviço 190 para solicitar serviço médico de urgência”, orientou Moura.
Confira mais cuidados recomendados pelo Corpo de Bombeiros
– Ler as instruções da embalagem do produto. Cada tipo de produto requer um manuseio diferenciado;
– Não soltar rojões com as mãos. Utilize sempre o suporte de apoio que obrigatoriamente deve estar na embalagem. Certifique-se de que ele está bem fixado na base para não cair ou provocar acidentes graves;
– De forma alguma soltar fogos em ambientes fechados, embaixo de árvores, fiações elétricas ou próximo de animais;

– Não permita que crianças soltem quaisquer tipos de fogos, mesmo sobre a supervisão de um adulto.

Socel News – Blog do jornalista Celso Freire

Compartilhar