Homem maltrata garoto de 5 anos por abrir um presente de Natal sem permissão

159

Não existe ninguém que goste mais do Natal do que as crianças. Elas amam as férias, o convívio com a família, o amor dessa época natalina e também as prendas. Algumas ficam tão ansiosas, que decidem fazer uma busca pela casa para encontrarem o que vão receber no dia 25 de dezembro. Infelizmente, esse garoto foi espancado por ter aberto o seu presente de Natal sem permissão.

Bridgette Payne fez as suas compras de Natal no dia 16 de dezembro. Entretanto, ela deixou o filho de 5 anos com o namorado, Wesley McCollom. Quando ela voltou para casa, achou estranho que o menino já tivesse ido para a cama, pois ele não costumava ir dormir tão cedo.

Facebook – Brad Mulcahy

Wesley disse-lhe que tinha enviado o menino para a cama porque o menino tinha aberto o presente de Natal sem permissão, que estava sob a árvore. Quando a mãe se aproximou da cama do filho, ela viu que a criança estava coberta de hematomas. Para além disso, ele tinha uma marca de mão na bochecha.

Facebook – Brad Mulcahy

“As palavras não são suficientes para descrever o que você sente quando vê o seu filho assim, sem saber o que aconteceu”, diz Bridgette. “Wesley me machucou muito”, disse o menino à mãe. A mulher ficou devastada por ver seu filho daquele jeito e chamou a polícia.

Os policiais chegaram a casa de Bridgette às 10 da noite e prenderam Wesley por abuso infantil. De acordo com a mãe, Wesley tentou explicar o que aconteceu ao dizer que “queria que a criança aprendesse a lição.” Ele acreditava que a criança precisava “aprender a ouvir”.

Facebook – Brad Mulcahy

Bridgette tinha um relacionamento com o namorado há 10 meses, e nunca tinha notado essas tendências. A mulher tinha estado anteriormente numa relação tóxica com o pai de seu filho, e prometeu a si mesma que nunca mais voltar a esse tipo de situação. Na verdade, ela quase foi assassinada pelo ex, enquanto o filho assistia. Por isso, ela ficou desolada por ter errado de novo.

“Se eu pudesse ter tomado o lugar do meu filho, eu teria feito isso sem hesitar por um segundo”, diz. Depois de compartilhar o que aconteceu no Facebook, sua publicação foi rapidamente compartilhada e comentada por muitas pessoas. Em apenas alguns dias, ela já foi compartilhada 8 mil vezes.

Facebook – Brad Mulcahy

Não importa o que uma criança faça, ela nunca deve ter que passar por algo assim. Compartilhe se você concorda!

Fonte: Newsner

Facebook

Quer mais histórias? Click »


Histórias com Valor

Compartilhar