Cohab entrega unidades habitacionais dos Residenciais Liberdade e Riacho Doce

120
O Governo do Estado, por meio da Companhia de Habitação do Pará (Cohab), entrega neste domingo, 26 de novembro, a partir das 8h30, uma parte das unidades habitacionais dos Residenciais Liberdade II e Riacho Doce I, ambos localizados no bairro do Guamá, obras que integram o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), com contrapartida do tesouro estadual.
Os 288 apartamentos do Residencial Liberdade estão localizados na quadra 3 do conjunto, distribuídos em 24 blocos. São 12 apartamentos por bloco, sendo quatro térreos e oito nos andares superiores. O terreno onde está sendo construído o residencial fica no antigo Campus III da UFPa, na Avenida Tucunduba, às proximidades da Unidade Integrada do Pro Paz.
Já as 32 unidades do Riacho Doce I estão localizadas na Avenida Perimetral, próximo ao segundo portão da Universidade Federal do Pará. As unidades a serem entregues integram os blocos 9 e 10.
Os Residenciais Liberdade e Riacho Doce abrigarão famílias das ocupações do Tucunduba, Perimetral e Acampamento, além de demanda oriunda da Prefeitura de Belém, repassada ao Estado em 2007. Hoje essas famílias recebem do Estado o Auxílio Moradia, para custeio de pagamento de aluguel. Este benefício será suspenso após a entrega das unidades habitacionais.
Os empreendimentos possibilitarão aos moradores acesso a infraestrutura urbana como pavimentação de vias, rede de esgoto, rede de água e drenagem pluvial. Cada apartamento possui 50 metros quadrados.
O residencial Liberdade II se encontra com 58,96% de serviços executados, incluindo a infraestrutura (60%) e habitação (57%) e ao final beneficiará 1.724 famílias. O empreendimento possibilitará aos moradores acesso a infraestrutura urbana, assim como equipamentos urbanos (praças e áreas comunitárias), com previsão de conclusão até dezembro de 2018.
O Riacho Doce 1 vai totalizar 160 unidades habitacionais, também com previsão de conclusão até dezembro de 2018, sendo que 30% dos serviços de infraestrutura e 45% da habitação já foram executados.

Socel News – Blog do jornalista Celso Freire

Compartilhar