Festival voltado para bandas sinfônicas chega a sua quinta edição

49


A Fundação Carlos Gomes promove, a partir desta segunda-feira (28) até o dia 2 de setembro, o V Festival Música das Américas. As atividades que integram a programação serão realizadas simultaneamente em Belém e nas cidades de origem de algumas das mais importantes bandas sinfônicas do interior do estado, como Ponta de Pedras (Banda Sinfônica Antônio Malato), São Caetano de Odivelas (Banda Rodrigues dos Santos) e Vigia de Nazaré (Banda Sinfônica Maestro Vale). Em Belém, serão realizados os ensaios e concertos com a Banda Sinfônica da FCG, Banda Sinfônica das Forças Militares e Banda Sinfônica do Festival.
De 28 a 31 de agosto, haverá ensaios e preparação para os concertos na sala Ettore Bosio e no Quartel do Exército – 2° BIS, na Almirante Barroso. No interior do estado, no dia 31 de agosto, haverá a apresentação simultânea das bandas participantes em cada uma das cidades sedes.
Nesta quinta edição do Festival, Belém volta a ser um dos principais centros latino-americanos de estudos e debates sobre o aprimoramento artístico e musical feito por meio das bandas de música e bandas sinfônicas concentrando diversas atividades nos dias 1 e 2 de setembro, quando serão ministradas as oficinas musicais, palestras, mesas-redondas, recitais e concertos, com atividades no Instituto Estadual Carlos Gomes e no Espaço Cultural São José Liberto.
Festival – O V Festival Música das Américas atua no aprimoramento das bandas do Estado através de uma série de ações didáticas, que vão desde a escolha de repertório à melhor abordagem para formação musical dos jovens músicos. Sua linha de atuação direta é no desenvolvimento artístico, educação musical por intermédio das bandas e integração sócio-cultural. Todas as bandas participantes recebem orientação com os maestros e músicos instrumentistas convidados, bem como organização do repertório a ser apresentado.
Maestros e instrumentistas convidados
Na 5° edição do evento, participam o maestro Dario Sotelo (Conservatório de Tatuí), atual presidente da Associação Mundial de Bandas Sinfônicas e Conjuntos de Sopros (WASBE), Marcos Sadao Shirakawa (Banda Sinfônica do Estado de São Paulo), Darrell Brown (Chicago/EUA), os compositores Hudson Nogueira (Brasil), Adalto Soares (professor de trompa da UNIRIO), Silvia Zambonini (Professora de percussão), Frank Petrak (Rostok Percussion Project), o maestro e flautista Edson Beltrami (Orquestra Bachianas Filarmônica), o saxofonista Dilson Florêncio (professor da UFPB e também do IECG), o clarinetista Paulo Sérgio Santos (Quinteto Villa-Lobos), o trombonista Marcelo Bambam (Conservatório de Tatuí), o tubista Albert Khattar (UFRJ/IECG), a maestrina Mônica Giardini (Banda Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo) e o maestro Marcelo Jardim (UFRJ).
Programação – Serão 11 concertos, duas mesas-redondas, duas palestras, 10 oficinas musicais (flauta, clarineta, saxofone, trompa, trompete, trombone, tuba, percussão, arranjo e regência) e duas práticas de conjunto com formação de banda (Banda Sinfônica do Festival e Banda Sinfônica das Forças Militares).

Socel News – Blog do jornalista Celso Freire

Compartilhar