Review Sonic Mania

8

Sonic Mania é o novo game do famoso personagem da SEGA lançado no PS4, Xbox One, Switch e PC. O título é uma aventura 2D com a presença não apenas de Sonic, mas também de Tails e Knuckles, seus principais aliados. O jogo faz um trabalho nostálgico de qualidade para quem busca algo deste nível e ao mesmo tempo se destaca por mostrar que, sim, a marca ainda é relevante ao mercado e pode ser apresentada a jogadores acostumados com títulos de visual avançadíssimo, em 3D. Leia nossa análise completa e entenda mais:

Sonic Mania revela modo de competição

Ignore o número 4

Sonic Mania continua a história do personagem da SEGA que parou em Sonic 3 e Sonic & Knuckles. Sim, a primeira decisão tomada pela equipe de produção do game foi ignorar de forma sumária o que se passou em Sonic The Hedgehog 4 Episódios 1 e 2. Na verdade, esses games nem existiram (de tão criticados que foram) por fugirem um pouco de regras básicas da série clássica. Isso fica claro logo na abertura da nova aventura, que mostra a evolução da saga e ignora o número quatro.

Não é ao acaso que Sonic Mania faz isso. Há duas intenções primordiais aqui: a primeira delas é pegar os fãs mais antigos – como se fosse um anzol fisgando seu peixe. A animação que introduz o game tem um aspecto retrô agradável e tudo isso é traduzido com os sprites 2D de dentro das fases. Controlar Sonic e os outros personagens soa exatamente como era na época do Mega Drive.

A história não é exatamente o forte de séries deste tipo. O que sabemos é que Sonic encara novamente o Dr. Eggman, que agora conta com parceiros robóticos vindos de algum lugar misterioso – no melhor estilo Mega Man. Cabe ao ouriço azul reviver algumas fases antigas de sua vida para dar cabo da nova ameaça.

Sonic Mania (Foto: Divulgação/SEGA)Sonic Mania (Foto: Divulgação/SEGA)

E quando falamos em “fases antigas”, elas são antigas mesmo, retiradas de títulos como Sonic 2 e 3. Ainda assim, Sonic Mania tem espaço para inovação e estágios completamente inéditos a qualquer tipo de público.

Cuidados nos detalhes

Uma vez que se joga Sonic, fica difícil de esquecer. Em Sonic Mania essa máxima se mantém. O ouriço azul ainda corre muito, usa seu “dash” para chegar em locais mais distantes, destrói inimigos pulando em suas cabeças, enquanto Tails e Knuckles possuem habilidades únicas – como voo ou ataque direto.

 Sonic Mania  (Foto: Divulgação/SEGA) Sonic Mania (Foto: Divulgação/SEGA)

Os controles são exatamente os mesmos em todos os três consoles em que está disponível. Mas Sonic Mania vai além e entrega diversos extras na jogabilidade, a começar por três filtros possíveis – clean, CRT Sharp, CRT Soft – que modificam a experiência visual, simulando uma TV antiga, de acordo com o gosto do jogador. Tudo em volta do game “cheira” a nostalgia e este detalhe não poderia passar batido.

O chamado “Mania Mode” é o modo principal de história, mas além dele há outras possibilidades de jogo, tornando este o game mais recheado da saga. A melhor parte é que todos são destrancáveis, não há DLC para liberar fases ou personagens (por enquanto), o que te deixa mais à vontade para jogar sem ter medo de encontrar algo bloqueado por uma barreira de dinheiro.

 Sonic Mania  (Foto: Divulgação/SEGA) Sonic Mania (Foto: Divulgação/SEGA)

Entre os modos extras disponíveis temos o Time Attack, de corrida contra o tempo, além do modo de competição, de dois jogadores. Ambos bem similares ao clássico de Sonic 2. Modalidades bônus completam o pacote para quem espera ter ainda mais conteúdo conforme se joga pelas fases disponíveis.

Novas fases e clássicas

Como citamos, Sonic Mania aposta forte na nostalgia. Há fases que funcionam como réplicas quase exatas de cenários antigos, como Chemical Plant Zone, seguida por uma versão “remixada” logo em seguida com partes novas e desafios nunca antes vistos. A trilha sonora em cada cenário segue o mesmo estilo, dando ainda mais um tom “velho novo” aos cenários.

Sonic Mania (Foto: Divulgação/SEGA)Sonic Mania (Foto: Divulgação/SEGA)

Os chefes também apresentam tratamento similar, mas ao mesmo tempo se diferenciam bastante do esperado – no bom sentido. Nenhuma batalha contra chefão é igual às antigas e elas estão incrivelmente divertidas. Não queremos estragar surpresas aqui, mas espere jogar até mesmo outros gêneros dentro de Sonic Mania durante o embate contra líderes.

Tanto o design novo das fases quanto os chefões inéditos surpreendem de forma positiva. O trabalho feito neste sentido mostra que, realmente, Sonic Mania é um jogo diferente dos anteriores, em todos os pontos positivos possíveis.

Sonic Mania (Foto: Divulgação/SEGA)Sonic Mania (Foto: Divulgação/SEGA)

E o preço? US$ 20, ou pouco mais de R$ 60, isso nos consoles. A futura versão PC é vendida por cerca de R$ 30 no Brasil. Um valor bem em conta para um jogo que oferece tanta diversão. Mesmo se você terminar a história rápido – que dura por volta de três ou quatro horas – é possível voltar e jogar tudo de novo, fazer novos caminhos que não havia feito antes, tentar um tempo melhor. Sonic Mania é o que fez jogos clássicos serem bons, e seu jogo “sabe” disso.

Visual retrô no ponto certo

Em termos gráficos, Sonic Mania é outro acerto. Há elementos 3D e outros em alta definição, mas estão em locais bem determinados, como a fase bônus “Catch the UFO”. Dentro da aventura principal, o bom e velho sprite 2D faz a festa, dessa vez com novos efeitos que vão te surpreender e te fazer sorrir, como as argolas, que agora voam pela tela com variedade de tamanho quando Sonic é atingido.

Sonic Mania (Foto: Divulgação/SEGA)Sonic Mania (Foto: Divulgação/SEGA)

É de se espantar que um game neste estilo esteja tão bem cuidado em muitos aspectos e entre eles o visual. Por mais que tenhamos gráficos 3D realistas atualmente, em séries tão famosas, Sonic Mania prova que ainda há muito espaço para o estilo retrô – desde que bem feito, claro.

Conclusão

Sonic Mania é o jogo que precisávamos e um a altura da série clássica. Ignorando totalmente o quarto capítulo, a SEGA acertou em cheio ao nos apresentar a uma aventura que é, ao mesmo tempo, inédita e nostálgica. O jogo tem gráficos 2D muito bonitos e de encher os olhos, além de desafios pontuais, chefões novos e criativos e cenários que te surpreendem a cada nova tela. É um game obrigatório a qualquer um que teve um Mega Drive e também uma ótima oportunidade para quem quiser apresentar o clássico personagem a novos públicos.

Quais os melhores jogos de Sonic the Hedgehog? Comente no Fórum do TechTudo.

Techtudo

Compartilhar