Menino em coma após ter sido espancado na escola abre os olhos e sussurra 2 palavras

9

Infelizmente, o bullying continua afetando pessoas de todas as idades. Mas os estudantes são os mais afetados com esse problema… e a história que vamos ver em seguida é um exemplo muito grave disso: um menino ficou em coma após ter sido espancado na escola!

Henry Sembdner é um garoto de 12 anos de idade que frequenta a escola secundária de Kenyon Woods. Ele estava caminhando pelo corredor quando, de repente, embateu de frente com outro aluno acidentalmente. Mas em vez de seguir em frente, o outro estudante ficou furioso e jogou violentamente Henry no chão.

Shutterstock

O garoto foi espancado na escola de forma absolutamente cruel. Seu rosto ficou fracturado em vários lugares e seu cérebro começou a sangrar. Para proteger o cérebro de Henry de danos adicionais, os médicos do menino o colocaram ele em um coma medicamente induzido.

É impossível imaginar como a família de Henry se deve ter sentido quando soube daquela tragédia. Seus colegas também ficaram em choque, e escreveram cartas pare ele. Como a criança era amante de beisebol e fã do Chicago Cubs, seus amigos e amigas usaram as camisolas do clube para o honrar.

Twitter

A notícia daquele acidente chegou a um dos jogadores, Anthony Rizzo. Então, o homem convidou a criança a jogar com ele quando acordasse. A família de Henry ficou maravilhada com todo o apoio. “Eu acho incrível ver quantas pessoas podem se unir por apenas uma pessoa”, disse Karen, a mãe do garoto.

ABC7 Chicago

Enquanto isso, Henry mostrava sinais de progresso todos os dias. Algum tempo depois, ele finalmente acordou de seu coma. A mãe do garoto escreveu sobre o processo de recuperação do filho em seu blog. “E, com o tubo de respiração removido, Henry logo pronunciou suas primeiras palavras… ‘Tenho fome!’.”

ABC7 Chicago

Talvez não tenha sido a coisa mais bonita de se dizer, mas para essa mãe foi o melhor momento de sua vida. Ela achava que nunca ouviria a voz de Henry de novo…

Twitter

Estamos tão felizes pelo fato de Henry ter acordado novamente – mas, ao mesmo tempo, isso nunca deveria ter acontecido. Vamos todos compartilhar essa história e dizer ao mundo que o bullying deve terminar imediatamente!

Fonte: Newsner

Compartilhar