Nazaré Imbiriba Mitschein autografa 1º livro de contos e novelas

7

“A Cobra e Outras Vidas” é seu livro de estreia no mundo literário. Nazaré Imbiriba Mitschein, professora reconhecida por suas atuações nas Relações Internacionais nos países Amazônicos e América Latina, assina o livro de contos novelas, como Chuca, apelido que vem de sua infância e emplacado pelos amigos. Depois do lançamento na XXI Feira Pan Amazônica do Livro, ela recebe os amigos e amantes da literatura para autógrafos nesta quarta-feira, 07 de junho, às 18h30, na Fox Livraria. Entrada franca.
Neste primeiro livro, estão dois longos contos, seguidos de mais seis curtas histórias. São textos hilários, trágicos e sobre amores. “Não são textos biográficos, mas trazem coisas que vi e presenciei em minha vida andarilha de relações com o mundo”, comenta a autora, que na vida profissional já publicou artigos e livros técnicos científicos.
Mesmo enveredando pela área científica, Chuca sempre teve a veia literária latente, fruto da convivência artística em família. O pai, Alirio Cesar de Oliveira, era arquiteto, e a mãe pianista, Orlandina Pinto de Oliveira. Há também filho músico, Lucas Imbiriba, e o desenhista Miguel de Lalor,  que vive em Paris, e que assina a capa da obra. As ilustrações trazem obras de Dina Oliveira, Luciano Oliveira e Neuza Titan, irmãos, e de Zoca, o sobrinho que ficou responsável pelo projeto gráfico e diagramação.
Fazendo questão de dizer que está “colocando a pontinha dos pés nos mares do cenário literário paraense”, Nazaré Imbiriba Mitschein foi em busca de uma crítica isenta. A obra chega, assim, com crítica literária da escritora carioca, Lúcia Facco, apresentação de Rosa Assis, prefácio de Amarílis Tupiassu, e posfácio da Doutora em Desenvolvimento Sustentável, Marilena Loureiro da Silva.
“Chuca nos oferta um volume pequeno cheio de maravilhas. Como tamanho não é documento… O volume fascina porque se cobre de originalidade, de textualização própria, neologismos, encantaria, a palavra a dar mostra da Chuca irrequieta, dona de sons que não temem a proferição, investidos de decidida mostra de liberdade na concepção e realização literária. Certo é que a autora vem a público, destituída de qualquer restrição. Assim se lança à caça da alegria de criar, demonstrando amor à palavra sem meias palavras. Incrível como se espelha em suas narrativas. O livro é seu lídimo reflexo, a Chuca sem temor de ir ao cerne e sugar a beleza e as contorções doídas, e doidas mesmo, dessa vida que se vive, como o fazia em sua idade de molecagem e juventude”, escreve Amarilis Tupiassu.
Serviço
“A Cobra e Outras Vidas”. Lançamento nesta sexta-feira, 2 de junho, na XXI Feira Pan Amazônica do Livro, às 18h30, no Ponto do Autor. E dia 07 de junho, às 18h30, na Fox Livraria. Entrada franca.

Socel News

Compartilhar