104 candidatos aprovados são chamados no Agente de proteção Voluntário

9

A 1ª. Vara da Infância e Juventude de Belém convoca 104 candidatos ao processo seletivo para vagas de Agente de Proteção Voluntário16, a participar da 3ª. fase da seleção, que consistirá em uma entrevista. Os convocados deverão comparecer ao anexo II do Fórum Cível de Belém, na rua Tomázia Perdigão, 260, 1º. Andar, de 24 a 27 de abril de 2017, de acordo com o horário agendado para sua entrevista.
Dos 367 candidatos inscritos no processo, após a 1ª Fase (Requerimento de Vaga) e 2ª Fase (Prova Escrita), 104 candidatos foram classificados para essa fase. As entrevistas serão feitas em horários marcados e os candidatos aptos devem levar documento de identificação oficial com foto para a entrevista.
A listagem nominal dos convocados, com horários, dias e local da realização da etapa, está disponível no portal do Tribunal de Justiça do Pará, nesse link: . Além disso, serão afixadas cópias da listagem nos quadros de aviso da sede da 1ª Vara e nos Postos de Serviço do Comissariado da Infância e Juventude, no Terminal Rodoviário e no Aeroporto Internacional de Belém.
O trabalho dos Agentes de Proteção é voluntário, sem remuneração e sem ônus para os cofres públicos. É um serviço prestado por pessoa a entidade pública, com finalidade educacional e de prevenção especial em favor da proteção e da garantia de direitos de crianças e adolescentes, quando ameaçados ou violados.
ATRIBUIÇÕES
Agentes de proteção voluntários auxiliam e são coordenados pelos comissários efetivos do TJPA.  Os agentes atuam na fiscalização de diversões públicas diurnas e noturnas; fiscalização no Terminal Rodoviário, portos e aeroporto de Belém; fiscalização nos estádios de futebol, ginásios de esportes e afins; fiscalização às diversões eletrônicas e concursos de beleza, na prevenção a material pornográfico em bancas de revistas, vídeo-locadoras e similares; fiscalização do trabalho infanto-juvenil; além de atuar na execução do Projeto Juizado Vai à Escola, e nas fiscalizações determinadas pelo Juízo, bem como em projetos a serem desenvolvidos com outros órgãos do TJPA e da rede de proteção à criança e adolescente.
O processo seletivo, que se iniciou em novembro de 2016, recrutará Agentes de Proteção de acordo com os seguintes critérios: possuir o ensino médio completo, morar em Belém, ter disponibilidade de horário, além de idade mínima igual ou superior a 21 anos e máxima de 60 anos, não estar exercendo cargo eletivo e ter idoneidade moral.  Segundo a portaria n. 020/2016, ainda restam mais duas fases para a finalização do processo seletivo: Entrega de Documentos (4ª Fase) e Capacitação (5ª Fase), ambas de caráter eliminatório, apenas para os candidatos que forem considerados aptos na 3ª. fase do processo. Mais informações pelo telefone 3205-2256.

Socel News

Compartilhar