Hemopa e Proativa se unem para mobilizar jovens à doação de sangue

Estimular o voluntariado e atrair o público jovem para as campanhas permanentes de doação de sangue. Esse é o propósito da parceria firmada entre a Fundação Centro de Hemoterapia e Hematologia do Pará e a Associação Proativa do Pará, que vem sensibilizando pessoas na faixa de 16 a 23 anos para a importância dessa prática. Nesta quinta-feira (20), chega ao final a segunda e última etapa da mobilização, que culminará com a realização de uma campanha de doação, no dia 27 deste mês, e para a qual foi estabelecida uma meta de 100 coletas.
Ao todo, foram quatro dias de palestras de conscientização, ministradas ao longo deste mês, e que, além de sanar dúvidas sobre o tema, também destacaram a doação de sangue como fator imprescindível para a manutenção do estoque estratégico do Hemopa. Para a assistente social do hemocentro, Olinda Carvalho, informar e esclarecer as dúvidas desse segmento é de extrema importância. “Eles serão multiplicadores do que irão aprender aqui, seja em casa, no trabalho ou nas redes sociais”, esclarece.
A campanha será realizada na sede da Proativa, onde o Hemopa montará toda a sua estrutura de serviço. Além de uma sala de triagem e outra de consulta médica, será montada uma unidade de coleta, de forma a garantir aos doadores a mesma qualidade e conforto no atendimento feito na sede do hemocentro.
A Associação Proativa é uma entidade que trabalha com capacitação profissional de jovens. Atualmente, atende cerca de 1.200 alunos, a maioria integrantes do Programa Jovem Aprendiz. O coordenador pedagógico da entidade, Adalberto Rodrigues, explica que sempre foi política da Proativa incentivar os alunos a participar de iniciativas socialmente responsáveis. “Mas é a primeira vez que conseguimos envolver um quantitativo tão expressivo de pessoas em torno de uma ação desse tipo. Até pedimos às empresas que liberassem os aprendizes para garantir o maior número possível de doações”, conta.
As amigas Raissa Brito, de 19 anos, e Renata Souza, 18, já confirmaram presença na campanha desta quinta-feira. Atentas a todas as explicações, elas comentaram que sempre tiveram o desejo de doar sangue, mas não o faziam por falta de informação a respeito do procedimento. “Agora, com certeza vou doar”, confirma Raissa. Já Renata fez até uma convocação: “Além de doar, também chamei os amigos para fazer o mesmo.”
A mesma iniciativa teve Amanda Carvalho, de 18 anos. Ela descobriu a importância da doação de sangue depois que um amigo ficou muito doente e precisou de doações. Mas no Hemopa ela foi informada que não poderia ser submetida ao procedimento porque tinha peso abaixo do mínimo necessário. Apesar da inabilitação temporária, a estudante garante que daqui em diante será uma multiplicadora dessa mensagem. “Vou falar com os amigos da escola, do trabalho e com os meus familiares sobre o assunto, para mostrar que uma simples doação pode ajudar a salvar muitas vidas. Mas eu também quero doar. Vou procurar um nutricionista pra ver se consigo ganhar os dois quilinhos que faltam”, diz a estudante.
A campanha de doação de sangue em parceria com a Proativa será realizada no dia 27 de abril, na sede da Proativa (Avenida Almirante Barroso, nº 3.591, bairro do Souza).
Quem pode doar sangue: Para ser um doador é preciso ter entre 16 e 69 anos (menores podem doar acompanhados do responsável legal), ter mais de 50 kg, estar bem de saúde e portar documento de identificação original e com foto. Os homens podem doar com intervalo de cada dois meses e as mulheres a cada três.
Serviço: A Fundação Hemopa está localizada na Travessa Padre Eutíquio, 2109, bairro de Batista Campos. As doações também podem ser feitas na Estação de Coleta Castanheira, que fica do térreo do Pórtico Metrópole, na BR-316, km 1.

Socel News

LEAVE A REPLY