Encontro de Comitê de Auditoria do Ministério da Integração encerra em Belém

7
“Governança, Riscos e Controle” foi o tema abordado no 9° Encontro do Comitê Técnico de Auditoria do Ministério da Integração Nacional (CTA/MI), promovido de 21 a 23 de março, na sede do Banco da Amazônia. Com o objetivo de integrar as unidades de auditoria interna e de aperfeiçoar tecnicamente as atividades realizadas na área pelos órgãos vinculados ao MI, o evento contou com a participação do secretário executivo e do assessor especial de Controle Interno do Ministério da Integração, Mário Ribeiro e Rodrigo Miranda, e do presidente do Banco da Amazônia, Marivaldo Melo.
“Além de estratégico, esse evento foi importante por contribuir com o trabalho de nossa auditoria, especialmente na sistematização das práticas relacionadas à gestão de riscos, controles internos e governança, conforme as novas normas e orientações da Controladoria Geral da União e do Ministério do Planejamento”, informou Marivaldo Gonçalves de Melo, presidente do Banco da Amazônia.
Já publicadas no Diário Oficial da União (DOU), as novas medidas postas na instrução normativa n°01/2016 determinam, por exemplo, que o dirigente máximo de cada órgão ou entidade passe a ser o principal responsável pelo estabelecimento da estratégia de organização e da estrutura de gerenciamento de riscos, cujas tipologias abrangem os riscos operacionais, de imagem/reputação do órgão, riscos legais e financeiros e orçamentários.
Fotos:Ascom/Banco da Amazônia
Para o secretário executivo do Ministério da Integração Nacional, Mario Ribeiro, o encontro foi uma oportunidade para esclarecer dúvidas e aperfeiçoar as técnicas de atuação das auditorias dos órgãos vinculados ao MI. “Nosso intuito foi o de que os representantes dos órgãos que têm o mesmo desafio se reunissem e trocassem informações aplicadas no processo de trabalho de auditoria interna, visando à obtenção de bons resultados às práticas das equipes envolvidas”, frisou.
O Comitê Técnico de Auditoria do Ministério da Integração Nacional (CTA/MI) possui competências para desenvolver estudos e ações que contribuam para o aperfeiçoamento de procedimentos e técnicas de auditoria, bem como fomentar estudos e debates acerca da função da auditoria no campo governamental, além de estimular o intercâmbio de experiências e melhores práticas profissionais entre as respectivas áreas e com o Órgão Central do Sistema de Controle Interno do Poder Executivo Federal.

Participaram do evento, ainda, a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (CODEVASF), Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS) e as Superintendências do Desenvolvimento da Amazônia (SUDAM), do Centro-Oeste (SUDECO) e do Nordeste (SUDENE).

Socel News

Compartilhar