Três pessoas morreram nas estradas federais do Pará durante o Carnaval

37


A Polícia Rodoviária Federal divulgou o balança da operação carnaval 2017, que ocorreu no período de 24 de fevereiro a primeiro de março. No estado do Pará, e de forma geral no Brasil, foi constatado redução nos registros de acidentes e aumento no número de mortes, em comparação com o período da Operação Carnaval do ano passado. Durante a operação 5070 veículos foram fiscalizados e 2141 condutores foram submetidos ao teste de alcoolemia. Houve ainda 2168 pessoas conscientizadas através de ações de educação para o trânsito (Cinema Rodoviário) e a realização de fiscalização de velocidade com radares móveis.

Com isso, foram registrados 1835 autos de infração. As principais infrações registradas foram transitar com irregularidades na documentação dos veículos e/ou Carteiras Nacionais de Habilitação (CNH), excesso de velocidade, ultrapassagem em local proibido, condutor ou passageiro sem capacete de segurança, transitar pelo acostamento e veículo transitando em mau estado de conservação. Vinte condutores foram presos por apresentarem um nível de alcoolemia considerado crime de trânsito.
Foram registrados 31 acidentes de trânsito que resultaram em 38 pessoas feridas e 03 mortas. Dos 31 acidentes, 15 ocorreram na BR-316, sendo 8 entre os quilômetros 0 e 20. Não foram registrados acidentes fatais nesse trecho.
Dados da Operação Carnaval (2016 / 2017)
                                                                2016     2017  Variação
                                               Acidentes 39         31      – 20,6%
                                               Feridos     41         38       – 7,3%
                                               Mortos      02         03       + 50%
Acidentes fatais:
No dia 25 de fevereiro, no quilômetro 312 da BR-316, em Santa Maria, Uma motocicleta CG Titan de placa QEF2562, colidiu frontalmente com um caminhão FORD Cargo placa AKO0107, resultando na morte do condutor da motocicleta. O acidente teve como causa a ingestão de alcool. No dia 25 de fevereiro, no quilômetro 112 da BR-316, em Santa Maria (trevo de acesso à salinas), uma colisão frontal envolvendo 3 veículos: KIA/Serato de placa OFJ4365, FIAT Siena placa NVY6058, e uma carreta Volvo/FH 12, resultou em 4 feridos leves, 2 feridos graves e na morte de uma passageira dos veículos. O acidente teve como causa a desobediência à sinalização.

No dia 26 de fevereiro, no quilômetro 326 da BR-010, um veículo de placa não identificada (evadiu do local do acidente), atropelou e matou um pedestre. O acidente teve como causa a falta de atenção do pedestre. Dentre os acidentes fatais registrados, 100% deles tiveram como causa ações relacionadas diretamente à condução veicular ou a procedimento de segurança de pedestre: Desobediência à sinalização para efetuar manobras sobre a via, misturar álcool com direção e falta de atenção do pedestre.

Socel News

Compartilhar