Biblioteca Pública Arthur Vianna retoma as atividades nesta segunda-feira

7


Foto Diogo Vianna – Ascom-FCT



A Biblioteca Pública Arthur Vianna, da Fundação Cultural do Pará (FCP), reabre ao público suas atividades nesta segunda-feira (30), de 8h às 18h, disponibilizando aos usuários todos os serviços das várias seções oferecidas pelo espaço. A reabertura marca também o início da “3ª Semana do Quadrinho Nacional” que será realizada nos espaços da Biblioteca no 3º andar, de 30 de janeiro a 2 de fevereiro. Mais informações no link https://goo.gl/RQX6rA.
Os espaços, que estavam fechados há um ano, como as seções da Fonoteca, Audiovisual, Jornais e parte da seção de Obras Raras, devido à reforma no terceiro andar, voltarão a funcionar junto com todos os demais serviços, que desde o início de janeiro estão sendo remanejados para reinauguração do novo espaço da biblioteca.
Fundada em 1971, com um valioso acervo em todas as vertentes literárias, técnicas e didáticas, composto de aproximadamente 800 mil volumes, entre livros, folhetos, revistas, jornais, mapas, discos em vinil, fitas de vídeo, DVDs, CDs, livros em Braille, microfilmes, jogos, gibis, entre outros, a Biblioteca Pública Arthur Vianna objetiva promover o acesso à informação e à difusão de bens culturais, na perspectiva da memória cultural do Estado do Pará.
Os espaços também promovem atividades como cursos, oficinas, palestras, seminários, exposições, torneios, lançamentos de livro, campanha de arrecadação, apresentações lítero-musicais, teatro de fantoches, contação de histórias, exibição de filmes e atividades lúdicas.
Obras Raras
A seção de Obras Raras, uma das áreas mais importantes, trabalha com a informação, apoiando as atividades de ensino, pesquisa e extensão e possui obras de reconhecido valor histórico dos séculos XVII, XVIII, XIX e XX. As obras fazem parte da formação da Biblioteca Pública e compõem-se em sua maioria de coleções de particulares como Lauro Sodré, Amazonas de Figueiredo, Magalhães Barata, Olavo Nunes, entre outros.
Segundo o bibliotecário Andrey dos Anjos, a seção de Obras Raras não estava totalmente parada, pois 436 títulos estão digitalizados e podem ser acessados diretamente no portal da FCP, e agora depois da reforma do 3º andar, os usuários terão acesso total, tanto ao material físico quanto o conteúdo digital. “Aqui na seção existem obras raríssimas, que só a biblioteca Arthur Vianna é curadora delas, como as obras de Camões, considerado como um dos grandes poetas que já existiu, com exemplares dos anos de 1572 e 1595, totalmente protegidas aos cuidados da biblioteca”, comenta Andrey dos Anjos.
Ainda sobre as Obras Raras, o historiador da FCP, Alam Lima, conta que dentro do acervo procura encontrar obras pertinentes que possuem uma verdadeira importância histórica, para assim classificá-las como obras raras. “Por termos um acervo muito grande, precisamos classificar quais são as legítimas obras raras e quais são apenas obras antigas, e assim separá-las, para que passem por todo um processo de cuidado, conservação e preservação” explica o historiador.
Audiovisual
As seções Fonoteca e Audiovisual também voltam à ativa, disponibilizando ao público serviços de audição de acervo sonoro, como discos em vinil, fitas K7, CDs, DVDs e coleções inteiras de grandes astros da música e serviços específicos de acervo em formato de mapas, fotografias, slides, gravuras, cartazes, selos e filmes e documentários de grandes clássicos em formato de fita VHS e DVD.
Segundo a coordenadora da Biblioteca Arthur Vianna, Ruth Selma dos Santos, a reinauguração do 3º andar já era um desejo, não só da própria equipe, mas também do usuário, que sempre solicitou espaços mais modernos, climatizados, com melhor iluminação. Destaca ainda que a maior proposta da reforma é oferecer aos usuários um maior conforto e comodidade, para que realmente ele se sinta bem dentro dos espaços. “A nossa expectativa está toda voltada para que os usuários cheguem aqui com todo gás e fiquem satisfeitos, não só com toda a gama de acervos, mas com o próprio espaço e com os nossos serviços”, comemora a coordenadora.
Confira os serviços oferecidos pela Biblioteca Arthur Vianna:
Referência – Específicos de acesso do acervo geral.
Microfilmes – Específicos de pesquisa em microfilme.
Infantil – Acesso à leitura e promoção de atividades culturais ao público infantil.
Periódicos – Específicos de acesso de revistas, jornais, diários oficiais, anuários e recortes de jornais.
Gibiteca – Acesso a leitura de histórias em quadrinhos.
Hemeroteca – Específicos de acesso de revistas, jornais, diários oficiais, anuários e recortes de jornais.
Brinquedoteca – Específicos de acesso ao brincar.
Audiovisual – Específicos de acesso de acervo em formato de: mapas, fotografias, slides, gravuras, cartazes, DVDs e selos.
Circulante – Empréstimos de livros.
Braille – Específicos à pessoas com deficiência visual.
Obras do Pará – Acesso a pesquisa de acervos regionais.
Obras raras – Específicos de acesso de acervo rara ou antigo.
Fonoteca – Audição de acervo sonoro.
Infocentro – Acesso a computadores com o acesso gratuito à internet
Ônibus Biblioteca – Atendimento a escolas, centros comunitários, praças e outros, disponibilizando acesso a um acervo de 2.500 livros.
Serviço:
Reabertura Biblioteca Pública Arthur Vianna
30 de janeiro de 2016 (segunda-feira), de 8h às 18h.
Fundação Cultural do Pará – FCP (Centur, 3º andar – Av. Gentil Bitencourt, 650 –

Socel News

Compartilhar