Mulher tem carro roubado ‘por engano’ e ganha bilhete do ‘ladrão’: ‘Mil desculpas’

38

Carta escrita pelo ‘ladrão’: mal-entendido que gerou transtorno Foto: Reprodução/Facebook

Um mulher de Portland, nos EUA, teve de se desculpar por, acidentalmente, roubar um carro (um Subaru vermelho) por engano terça-feira à noite.
Erin Hatzi, dona do Subaru, acordou na manhã de quarta-feira e não encontrou seu carro estacionado em frente a sua casa. Imagens de segurança de uma câmera da área externa da casa de Erin mostram o flagrante da mulher abrindo a porta do veículo, ficar alguns minutos estática sentada no banco do motorista e, então, partir.

Erin rapidamente denunciou o roubo à polícia, mas, para sua surpresa, na tarde de quarta-feira o carro foi devolvido junto com um bilhete que afirmava ter acontecido “apenas um mal-entendido”. A dona do automóvel postou, em seu Facebook, uma foto do bilhete.

“Olá, desculpe, eu roubei seu carro”, diz a cartinha. “Pedi para minha amiga, com a minha chave, buscar o meu Subaru vermelho na 7802 SE Woodstock e ela voltou com o seu carro”, justifica o texto.

“Não tinha visto o carro até esta tarde e, quando vi, disse: ‘Não é o meu carro’. Estou enviando um trocado para o gás e peço mil desculpas pelo choque e o transtorno que tudo isso deve ter causado. Se precisar falar mais alguma coisa comigo, me chamo Bernadett e meu número é XXXX. Desculpe pelo este erro”, finaliza a carta da ‘ladra de ocasião’.

Erin Hatzi: acordou e viu que seu carro não estava em frente a sua casa Foto: Reprodução/Facebook
Na foto postada por Erin, é exibido bilhete, uma nota de US$ 10 e outra de US$ 20. “Estávamos muito confusos com as imagens da câmera, porque não parecia a ação de um ladrão de carro de verdade. Você não imagina que um ladrão sente no carro e fique ali, por dois, três minutos”, disse Erin, em entrevista à emissora local “KGW”.

A polícia de Portland afirmou à “KGW” que foi confirmado o fato de que as chaves de alguns modelos de Subaru podem ser utilizadas em carros diferentes. Em tempo: o Subaru que deveria ter sido levado pela amiga de Bernadett estava a uma quadra da casa de Erin.

“Foi uma loucura. Como um seriado ruim que ninguém acredita que seja verdade, de tão estúpida e sem sentido que é a história”, confessou Erin na entrevista à “KGW”.

Via Extra


Brasil Universo Digital

Compartilhar