Por que você não deve usar ferramentas anti-espionagem no Windows 10

8

Desde o lançamento do Windows 10, surgiram controvérsias a respeito da privacidade no sistema operacional. Com isso, foram criados aplicativos “anti-espionagem” que teriam como função manter o Windows 10 livre do “monitoramento” da Microsoft e de outros programas. Mas esses programas podem causar muitos problemas e poucas soluções. 

Como mudar as suas configurações de privacidade no Windows 10

Para entender melhor, é importante saber como trabalham as ferramentas e scripts, o que modificam e quais as consequências dessas mudanças. 

O que as ferramentas e scripts anti-espionagem prometem

Ferramentas anti-espionagem são aplicativos que prometem algo impossível e usam nomes estranhos. Esses tipos de ferramentas incluem o Destroy Windows Spying (DWS), O&O Shutup10, Spybot Anti-Beacon e muitos scripts menores que recebem nomes como “DisableWinTracking” e “windows-10-tracking”.

Os programas prometem fazer com que o Windows 10 pare de espionar o usuário e até de se comunicar com Microsoft em apenas alguns cliques.

As promessas do aplicativo anti-espionagem DWS (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)As “promessas” do aplicativo anti-espionagem DWS (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)

Para conseguir isso, chegam a utilizar algumas boas práticas, como a mudança de configurações básicas do sistema. Também fazem coisas erradas, como o bloqueio de endereços web diretamente no arquivo de hosts ou a exclusão de serviços que fazem parte do sistema operacional.

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

Problemas causados

Ferramentas assim podem causar problemas: por exemplo, se o script PowerShell “windows-10-tracking” do GitHub for baixado e executado, a ferramenta irá bloquear vários domínios do Skype no seu arquivo hosts, impedindo o mensageiro de funcionar adequadamente. 

Dentre as modificações e os problemas causados por essas ferramentas, estão:

1. Bloqueio completo do Windows Update, o que impede a instalação de atualizações de segurança importantes e deixa o PC vulnerável;

2. Alteração do arquivo hosts para bloquear servidores web da Microsoft específicos. Isso pode levar a vários problemas, como o Skype não conseguir sincronizar mensagens de chat ou ser incapaz de atualizar;

Veja porque você não deve usar ferramentas anti-espionagem no Windows 10 (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)Veja porque você não deve usar ferramentas “anti-espionagem” no Windows 10 (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)

3. Paralização ou quebra do app Windows Store, impedindo-o de instalar aplicativos da loja e de atualizar os apps já instalados no Windows 10;

4. Desativação do antivírus Windows Defender, que ajuda a manter o Windows 10 e outros componentes do sistema protegidos, como OneDrive;

5. Exclusão de serviços e componentes do Windows 10, impedindo o sistema de instalar atuais e futuras atualizações importantes, como o Anniversary Update e November Update.

As próprias páginas de download dos scripts avisam que você deve usar esse script por sua própria conta e risco e que as ferramentas não foram testadas pessoalmente. 

Exemplo de arquivo Hosts do Windows (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)Exemplo de arquivo Hosts do Windows (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)

Já o Destroy Windows Spying (DWS) afirma que irá desativar o Windows Update para que você não receba atualizações de novos spywares. A ferramenta também observa que as alterações feitas são “irreversíveis”, e de fato não há nenhuma maneira fácil de desfazê-las sem reinstalar o Windows.

Isso significa que você não irá mais obter importantes atualizações de segurança e correções de estabilidade, ficando a mercê de vários problemas, como a recente quebra da webcam causada pelo Anniversary Update.

saiba mais

A solução: apenas configures as opções de privacidade do Windows 10

Em vez de depender de alguma ferramenta para alterar as configurações, o melhor a fazer é aprender como funcionam as configurações de privacidade do Windows 10 e ajustá-las.

A Microsoft não torna disponível algumas funções por uma razão: por exemplo, como atualizações de segurança são cruciais, você não deve desabilitar o Windows Update por completo.

Uma ótima solução é ajustar suas configurações de privacidade no Windows 10. Essas configurações estão espalhadas por todo o sistema, mas não são difíceis de encontrar.

Techtudo

Compartilhar