Santa morta há 300 anos abre os olhos em igreja no México; assista

7

Origens de Inocência

Ainda de acordo com o “Mirror”, existem diversas versões sobre o passado de Inocência. A mais popular é a de que ela foi morta pelo próprio pai depois de ter descumprido as ordens de não receber o sacramento religioso.

Fazer a Primeira Comunhão era o sonho da jovem, que o conseguiu cumprir quando freiras da escola em que estudava a incluíram na turma da cerimônia. Quando o pai de Inocência ficou sabendo, teve um ataque de fúria e a teria esfaqueado até a morte.

Corpo da Santa Bernadette também é considerado como “incorrupto”, em que o cadáver não sofre muitas modificações

Tornando-se santa

Depois do ocorrido, moradores se sensibilizaram com a história da jovem e levaram seu corpo à Catedral de Guadalajara, onde hoje é protegido por um vidro. Devido a um tratamento de cera, o corpo de Inocência, considerado “incorrupto”, apresenta uma aparência semelhante à de uma estátua.

Incorruptibilidade após a morte

Essa não é a primeira vez que o fenômeno conhecido entre os religiosos como “corpo incorrupto”, em que o cadáver permanece com poucas modificações após a morte, ocorre. Um dos casos mais conhecidos é o da Santa Bernadette de Lourdes, morta em 1879.

De acordo com religiosos, Bernadette teria se encontrado diversas vezes com Nossa Senhora que a teria tornado Santa. O corpo de Bernadette, coberto com uma fina camada de cera, permanece exposto intacto em uma urna na Igreja de Saint Gildard, em Nervers, na França.

Via IG

Brasil Universo Digital

Compartilhar